Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 9 out 2017 - 10h17

Asteroide 2012 TC4 vai raspar a atmosfera da Terra na quinta-feira

Análises mais recentes mostram que o asteroide 2012 TC4 passará ligeiramente acima do cinturão de satélites geoestacionários, sem risco de colisão. Há cinco anos, 2012 TC4
passou a apenas 94 mil km do nosso planeta, mas agora a aproximação será ainda maior.

Orbita do asteroide 2012 TC4
Gráfico mostra o momento da aproximação máxima entre o asteroide 2012 TC4 e a Terra, em 12 de outubro de 2017.

Em outubro de 2012, a rocha passou a apenas 94 mil km do nosso planeta. Desta vez, sua passagem será rasante, de cerca de 49.5 mil quilômetros do núcleo da Terra ou 43 mil km da superfície.


Sobre o Asteroide 2012 TC4
2012 TC4 foi descoberto em 4 de outubro de 2012 através de imagens feitas pelo telescópio Panstarrs, no Havaí. Na ocasião, o objeto recebeu a denominação provisória P104imJ e teve seu tamanho estimado em aproximadamente 30 metros. Modelagens atuais estimam que o asteroide tenha cerca de 19 metros.

Hora da Aproximação do Asteroide 2012 TC4
A rocha completa uma volta ao redor do Sol (período orbital) a cada 532 dias e no momento da máxima aproximação passará pela Terra a uma velocidade relativa de 7.65 km/s ou 27540 km/h.

De acordo com o JPL, Laboratório de Propulsão a Jato, da Nasa, o momento do rasante será as 05h42 UTC, ou 02h42 BRT (Horário de Brasília) do doa 12 de outubro de 2017.


Asteroide Potencialmente Perigoso
2012 TC4 é um asteroide do grupo Apollo, que cruza a órbita da terra de modo similar ao objeto 1862 Apollo, com eixo semi-maior superior a 1 UA (Unidade Astronômica) e com periélio inferior a 1.017 UA. Lembrando que 1 Unidade Astronômica equivale a 149,5 milhões de quilômetros, a distância média da Terra ao Sol.

O termo classificatório Potencialmente Perigoso é dado justamente devido ao objeto cruzar a orbita da Terra.

Aproximacao maxima do asteroide 2012 TC4
Aproximação máxima do asteroide 2012 TC4. A seta amarela aponta para o Sol. A azul mostra o sentido de deslocamento da Terra. A linha verde mostra a passagem de 2012 TC4, onde cada pontinho representa o intervalo de 1 hora.

Uma reanálise da orbita mostra que 2012 TC4 passou sorrateiramente pelas vizinhanças da Terra em 10 de fevereiro de 2010, sem que fosse observado. Na ocasião, a rocha passou a 0.24 UA, cerca de 35 milhões de quilômetros.

A Lua também está na mira do asteroide na passagem de 12 de outubro de 2017. Estima-se que a rocha passará pelas vizinhanças do nosso satélite as 16h19 BRT, algumas horas depois de raspar a atmosfera da Terra.






Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Governar é roubar, todo mundo sabe disso" - Calígula