Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Editoria: Curiosidades e Conhecimento
Sexta-feira, 21 mai 2010 - 09h41

Nordeste: conheça a formação rochosa do Lajedo do Pai Mateus

Quando olhamos as imagens de Marte ou da Lua, quase sempre somos surpreendidos por maravilhosas e estranhas feições geológicas. De fato, o Sistema Solar é muito peculiar e repleto de curiosidades, mas essas paisagens não existem somente em locais distantes. Muitas delas estão bem pertinho de nós, aqui mesmo no Brasil.

Seguindo a rota do Cariri Paraibano, o Lajedo do Pai Mateus surge como uma paisagem única e com formações rochosas peculiares. O local fica a 20 quilômetros de Cabaceiras, uma pequena cidade apelidada carinhosamente de “Roliúde Nordestina”, por ter servido de cenário para mais de 40 filmes brasileiros.

Lajedo Pai Mateus
Clique para ampliar

O Lajedo, uma imensa elevação rochosa com o topo plano, surpreende pelos seus dois quilômetros de extensão. Nele estão enormes pedras arredondadas formadas por granito que parecem ter sido colocadas uma por uma no solo, nos levando para outra dimensão. É um verdadeiro mar de "bolas de pedras" com características geológicas somente encontradas no Outback australiano, nas montanhas Erongo, na Namíbia e na região de Hoggar na Argélia.


Pedras Gigantes
A grande curiosidade é entender como os enormes blocos de granito de até 45 toneladas foram parar ali, tão bem equilibrados e dispostos em cima do Lajedo. Esses gigantescos blocos são o mais absoluto produto da natureza.

Geólogos explicam que essa formação é datada em mais de 500 milhões de anos, ainda no período pré-cambriano. Rochas que se formaram a 70 quilômetros de profundidade começaram a sofrer um processo de desgaste. A ação do sol, do vento e da chuva continua lapidando o Lajedo e resulta na belíssima paisagem que conta com mais de 100 pedras.

Lajedo Pai Mateus
Clique para ampliar

Antigamente, o Lajedo do Pai Mateus era explorado apenas para fins de extração de rocha ornamental, porém a atividade foi suplantada pelo apelo ecológico da região, que estabeleceu ali o geoturismo.

Lajedo Pai Mateus - Pedra do Capacete
Clique para ampliar

No topo do Lajedo só é possível ouvir o barulho do vento e mais nada. Conta a lenda, que um ermitão chamado Pai Mateus viveu em uma das pedras que serviu a ele como uma gruta no século XVIII. Daí o nome do local, Lajedo do Pai Mateus. Outra formação marcante é a pedra do capacete, que por seu formato evidente serve como cartão postal do local.

O sol forte por quase 365 dias por ano dá ao local um tom de magia. Durante o pôr do sol, a cor cinza do granito se confunde com o alaranjado do céu, tornando a paisagem ainda mais exuberante.


Pedra Saca de lã
Antes de chegar ao topo do Lajedo, uma trilha formada por vegetação baixa e cactos leva a outra formação inusitada, que recebeu o nome de Saca de lã, um dos principais atrativos turísticos da região do Cariri.

Lajedo Pai Mateus - Pedra Saca de Lã
Clique para ampliar

As grandes pedras estão sobrepostas exatamente como os produtores fazem com os sacos de algodão. A origem desta formação é a mesma: com o passar dos séculos, as pedras foram esculpidas pela natureza e estão perfeitamente equilibradas.

Maria Clara Machado e Rogério Leite, especial para o Apolo11


Fotos: Na primeira foto, Rogério Leite, Diretor do Apolo11, sobe o Lajedo que é levemente inclinado, até chegar ao topo. Na segunda foto, a pedra que teria servido de gruta para o ermitão Pai Mateus, no século XVIII. Na terceira foto, a pedra do capacete, a mais famosa do local. Na última foto, a formação da Saca de lã. Crédito: Apolo11.


Direitos Reservados
É vedada a utilização deste texto

Leia nosso Termo de Uso e saiba como publicar este material em seu site ou blog





Pesquise no Apolo11
Utilize a caixa de pesquisa personalizada
Custom Search







IMAGENS DE SATÉLITES !    Clique e conheça nosso Vídeo Workshop de sensoriamento remoto e imagens meteorológicas.
Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2014
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento

"Servidores públicos são como livros numa estante: Quanto mais altos nas prateleiras, menos servem" - Paul Masson