Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Energia
Sexta-feira, 8 jun 2018 - 09h14

Mini reator de fusão nuclear alcança temperatura mais quente que o Sol

Uma companhia de energia do Reino Unido testou com sucesso um mini reator de fusão nuclear e conseguiu obter uma temperatura de 15 milhões de graus Celsius, o mesmo valor gerado no núcleo das estrelas como o nosso Sol.

Reator de Fusao Nuclear ST40
Reator de Fusão Nuclear ST40

Batizado de ST40, o reator de fusão tem o tamanho de uma Van escolar e foi construído pela empresa Tokamak Energy, baseada em Oxfordshire, no Reino Unido. De acordo com o comunicado, esse é o terceiro protótipo testado com sucesso e o primeiro a atingir essa temperatura. O objetivo é que até 2030 os mini reatores possam gerar energia comercialmente.

Além do tamanho realmente impressionante, já que plantas de fusão chegam a ocupar mais espaço que um campo de futebol, o ST40 teve um custo de desenvolvimento de apenas US$ 40 milhões, uma verdadeira pechincha para esse tipo de pesquisa.

Para chegar a essa temperatura o ST40 utiliza um processo conhecido como mistura e compressão, que libera a energia em forma de anéis de plasma, os quais colidem e produzem campos magnéticos que se travam mutuamente, um fenômeno conhecido como reconexão magnética.

Plasma confinado no interior do reator ST40
Plasma confinado no interior do reator ST40

Existem dois tipos principais de desenhos para reatores de fusão, ambos com o objetivo de trançar fortíssimos campos magnéticos com finalidade de confinar o plasma extremamente quente.

O ST40 faz isso moldado uma espécie de donut com auxílio de uma corrente grande, que retorce o plasma. O outro desenho, chamado Stellarator, tem a forma de um donut trançado para obter o mesmo efeito

Durante os testes, o ST40 conseguiu manter o plasma a 15 milhões de graus por 15 milisegundos, o que segundo a empresa é um número extremamente positivo. O recorde para esse tipo de fusão pertence ao National Fusion Research Institute (NFRI), da Coréia do Sul, com fusão sustentada de 300 milhões de graus Celsius durante 70 segundos

O objetivo da Tokamak Energy é sustentar fusão de 100 milhões de graus por 5 segundos até 2030 e produzir energia elétrica suficiente para abastecer pequenas cidades e escoar o restante para a malha de distribuição das concessionárias.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Se tivéssemos de aturar dos outros tanto quanto nos permitimos a nós mesmos, a vida seria insuportável" - Georges Couteline