Os astronautas entram no Módulo Lunar e a atração gravitacional da Lua

A medida em que a Lua se aproximava, a tensão entre os controladores crescia e os primeiros preparativos para o pouso tiveram início. Com 56 horas completadas, a nave se encontrava a apenas 86 mil quilômetros do seu objetivo e pela primeira vez desde o lançamento, Michael Colins e Neil Armstrong entraram no Módulo Lunar, atravessando o pequeno túnel que unia os dois compartimentos.


Clique para ampliar

O momento era de grande importância e o evento estava sendo transmitido ao vivo. Geradas a mais de 300 mil quilômetros de distância, as imagens captadas do interior da Apollo 11 eram recebidas pela gigantesca antena de 70 metros do radiotelescópio Goldstone, na Califórnia, que as retransmitia ao Centro Espacial Houston, no Texas. As cenas mostravam os preparativos do Módulo Lunar Águia, com Collins e Armstrong executando as primeiras inspeções.


Clique para ampliar

Atração Lunar
Quatro horas depois da inspeção e com quase 62 horas de voo, a Apollo 11 atinge uma região do espaço chamada equigravisfera, localizada entre 335 mil quilômetros da Terra e 61 mil quilômetros da Lua. Nesta zona a força gravitacional entre os dois astros se iguala, mas a devido à aceleração contínua, após alguns segundos a Lua é quem passa a exercer maior influência sobre a nave, atraindo-a para si.


Fotos: No topo, Neil Armstrong flutua dentro do túnel que une o Módulo de Comando ao Módulo Lunar e registra para as emissoras de televisão o trabalho de inspeção dentro do Módulo Lunar feito feito Buzz Aldrin. Acima, imagem da Terra do interior do Módulo de Comando. Crédito: Nasa.
Anterior Próximo




IMAGENS DE SATÉLITES !    Clique e conheça nosso Vídeo Workshop de sensoriamento remoto e imagens meteorológicas.
Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2014
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento

"As pessoas dividem-se entre aquelas que poupam como se vivessem para sempre e as que gastam como se fossem morrer amanhã" - Aristóteles