Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Espaço - Tecnologias
Quarta-feira, 17 fev 2010 - 11h02

ESA lança satélite para mapear espessura das calotas polares

A Agência Espacial Europeia (ESA) lançará no próximo dia 25 de fevereiro, o novo satélite CryoSat com o objetivo de mapear e analisar a espessura das calotas polares.

Criosat

O satélite será colocado em órbita por um foguete russo Dnepr e ficará a 700 quilômetros da superfície terrestre para uma missão inicial de três anos.

O CryoSat irá fornecer dados que vão permitir determinar a taxa exata das mudanças na espessura das camadas de gelo polares e do gelo marinho flutuante. Sua precisão é tanta que será capaz de observar variações muito pequenas quanto 1 centímetro por ano. As observações vão ajudar os cientistas a entenderem melhor a relação do gelo com as mudanças do clima.

Há anos as regiões polares são observadas por outros satélites, mas o diferencial do CryoSat é sua maior precisão, segundo a ESA.

O CryoSat pesa 700 quilos e carrega um radar altímetro de micro-ondas que consegue registrar mudanças na área e na espessura do gelo. O principal instrumento é chamado SIRAL (Interferometric Radar Altimeter).

A expectativa é grande para o lançamento. O satélite já está pronto há seis meses aguardando a oportunidade de lançamento na base de BaiKonur, no Cazaquistão.

Foto: O novo satélite CryoSat irá mapear e determinar as mudanças na espessura das calotas polares. Crédito: Agência Espacial Europeia (ESA).






Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O arado, a espada são extensões da mão; o microscópio, dos olhos; mas um livro é algo mais: é uma extensão da memória, do comhecimento" - Jorge L. Borges