Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Meio Ambiente
Segunda-feira, 23 ago 2010 - 10h11

Nasa: satélite registra explosão de fitoplânctons na Groenlândia

Os fitoplânctons são microscópicas plantas marinhas que desempenham papel fundamental na complexa cadeia alimentar dos oceanos. Esses minúsculos organismos vicejam nas águas frias e quando encontram o ambiente adequado florescem, tingindo de verde e azul as águas ricas em nutrientes.

Fitoplânctons na Groenlândia
Clique para ampliar

Nesta imagem, captada no dia 7 de agosto de 2010 pelo satélite de sensoriamento remoto TERRA, vemos um desses momentos. Na cena, grande parte da Groenlândia oriental parece ter sido pincelada pelo intenso florescimentos dos fitoplânctons, que contrastam bruscamente com a costa quase sem cores, que serve de moldura para a explosão de vida marinha.

Moldada pela costa da Groenlândia, a fantástica pintura natural se estende por quase todo o sudeste e pode ser melhor apreciada observando-se a imagem de alta resolução. O efeito visual é notável e ocorre devido ao reflexo do Sol na clorofila, pigmento primário dos fitoplânctons. A ondas em forma de caracóis são produzidas pelas correntes oceânicas que dominam a região.


Saúde dos oceanos
Assim como as plantas terrestres, os fitoplânctons também precisam da luz do sol e de nutrientes como ferro, nitrato e fosfato e sua florescência depende diretamente desses fatores.

Como diferentes concentrações de clorofila refletem de forma desigual determinados comprimentos de onda, os cientistas podem estimar com bastante exatidão a abundância de fitoplânctons próximos à superfície e assim determinar as condições ambientais do oceano. Além disso, como diversos tipos de peixes se alimentam desses organismos, a observação de imagens de satélite é uma excelente ferramenta para a localização dos cardumes.


O ar que respiramos
Devido ao processo de fotossíntese, a quantidade de oxigênio produzida pelos fitoplânctons é superior a do oxigênio gerado pelas florestas, já que a população verde desses organismos é maior que a biomassa florestal. De acordo com os pesquisadores, os fitoplânctons são responsáveis por cerca 98% do ar respirável no planeta. Dessa forma, os oceanos tem maior participação no ar que respiramos que a própria floresta amazônica.



Foto: A imagem mostrada foi capturada no dia 7 de agosto de 2010 pelo sensor de resolução MODIS, a bordo do satélite TERRA, da Nasa. O satélite opera junto com seu irmão gêmeo AQUA e orbitam a Terra a cada 98 minutos. São considerados os mais importantes instrumentos de monitoramento do planeta, já que suas imagens são livres e podem ser usadas por qualquer cidadão interessado na observação da Terra. Crédito: NASA/MODIS Rapid Response Team/ Apolo11.com






Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Dignidade não consiste em possuir honrarias, mas em merecê-las" - Aristóteles