Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Clima e Meteorologia
Sexta-feira, 3 set 2010 - 11h23

Satélite registra milhares de focos de incêndio na América do Sul

Nos últimos dias, as diversas queimadas nas Regiões Norte e Centro-oeste do país foram destaque na imprensa nacional. Em algumas ocasiões a fuligem dos incêndios em Mato Grosso e Goiás foram parar no Rio Grande do Sul, onde em alguns locais se juntou à chuva e provocou uma estranha precipitação escura.

Imagem de satélite Queimadas na América do Sul
Clique para ampliar

No entanto, os focos de incêndios não ocorreram somente no Brasil. Esta é uma época de seca na região central da América do Sul e em diversos países o fogo se propagou de forma surpreendente, causando diversos problemas de saúde e econômicos.

A imagem acima foi captada no dia 23 de agosto de 2010 pelo satélite de sensoriamento remoto AQUA, da Nasa. Os dados mostram que somente nesse dia foram registrados 148.946 focos de calor na América do Sul, a maior parte concentrada na Bolívia, onde o governo declarou estado de emergência por causa da fumaça. Além da Bolívia, a cena mostra diversos focos em território argentino, paraguaio e brasileiro.

A fumaça das queimadas é claramente visível na cena e se propaga de norte a sul por mais de 2.500 km ao longo da face oriental da Cordilheira dos Andes. Em 19 de agosto, 28 dos 39 aeroportos bolivianos foram fechados.

Enquanto uma pequena parcela das queimadas são de origem natural, a esmagadora maioria é provocada deliberadamente, normalmente com a finalidade de preparar a terra para o plantio.


Foto: Imagem registrada pelo sensor de resolução moderada MODIS a bordo do satélite AQUA. A cena mostra uma grande quantidade de focos de calor, concentrados principalmente na Bolívia, em 23 de agosto de 2010. Crédito: MODIS Rapid Respose Team/NASA Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Pela rédea o cava,lo conhece quem o está montando" - Provérbio Turco"