Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Icebergs
Quinta-feira, 21 jan 2010 - 09h36

Verão: Satélite registra ruptura de ponte de gelo na Antártida

Recentemente, as notícias sobre grandes terremotos têm chamado bastante a atenção, revelando enormes rachaduras sobre as quais estão perigosamente assentadas diversas e populosas cidades em todo o mundo. Agora, uma série de imagens de satélites mostra uma nova e repentina cicatriz, que em poucas horas rompeu um gigantesco e maciço bloco de gelo na Antártida.

Iceberg A 23 A

As fotos, captadas pela agência espacial americana, mostram uma impressionante sequência de eventos ocorridas em menos de 24 horas e que fragmentou em diversos pedaços a a ponte da plataforma de gelo Ronne-Filchner, quatro vezes maior que a cidade de São Paulo.

Na cena, a comprida e estreita língua é uma espécie de ponte de gelo que conecta o iceberg A-23-A à plataforma Ronne-Filchner, localizados na Antártida Ocidental. Construída de gelo marinho a ponte permanece imóvel, uma vez que está anexada à costa, mas sua espessura é muito fina quando comparada ao gelo da plataforma, similar a uma fina casca sobre o oceano.

A diferença de espessura do gelo é visível nas imagens, com a plataforma Ronne-Filchner, mais alta e mais grossa, projetando sombras sobre a ponte de gelo. Este tipo especial de ponte se rompe e se renova regularmente com a chegada do verão no hemisfério sul e apesar de ser um evento comum, não deixa de ser uma visão dramática dos fenômenos que ocorrem em nosso planeta.


Foto: Imagem animado mostra o momento da ruptura da ponte de gelo que liga o iceberg A-23-A à plataforma Ronne-Filchner, na Antártida. As imagens foram feitas entre os dias 12 e 13 de janeiro, em um espaço de tempo de menos de 24 horas. Crédito: Nasa/Jeff Schmaltz/MODIS Rapid Response Team at NASA GSFC/Holli Riebeek.






Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Se Você tem de perguntar quanto custa, é por que não pode pagar" - J. P. Morgan