Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Exploração Espacial
Sexta-feira, 20 dez 2013 - 11h15

China na Lua: solo vermelho e as fotos das missões Apollo

Depois de pousar na Lua e enviar a primeira foto feita de sua superfície nos últimos 37 anos, a missão Chang´e 3 começou os trabalhos de sondagem. Algumas fotos do local de pouso também foram enviadas e mostram uma região desolada, nunca antes vista do solo.

Foto panorâmica da Lua feita pela China
Clique para ampliar

O módulo Chang'e 3 atingiu a orbita lunar no dia 6 de dezembro de 2013 e no dia 14 pousou com sucesso na região de Mare Imbrium, a cerca de 40 km ao sul da cratera Laplace F, de 6 quilômetros de diâmetro. O local fica a cerca de 500 km daquele que havia sido previamente escolhido pelos chineses, a bacia Sinus Iridum.


Primeira foto Change e 3 na Lua (2)
Clique para ampliar

Fotos das missões Apollo
Embora a nave chinesa tenha pousado na Lua e ser tecnicamente capaz de fotografar os instrumentos deixados lá pelas missões Apollo entre os anos de 1969 e 1972, a distância entre os locais é bastante grande e fora do raio de ação do jipe-robô Yutu.

Para se ter uma ideia, o local onde está a Chang´e 3 fica 1600 km do nordeste do local de pouso da Apollo 11. A missão Apollo 15 é a mais próxima do robô chinês e mesmo assim está situada 750 km de distância na direção sudeste.

Local de Pouso da missão chinesa na Lua
Clique para ampliar

Sendo assim, não será possível registrar em fotos a presença dos jipes lunares ou a marca da bota de Neil Armstrong deixada na Lua.


Solo Vermelho
Quando a primeira foto registrada pela missão chinesa foi divulgada, o primeiro detalhe que chamou a atenção foi a coloração do regolito lunar, muito avermelhado e lembrando bastante alguns cenários de Marte ou o solo da Terra.

Na realidade, a coloração da Lua é predominantemente acinzentada, embora algumas localidades apresentem algumas cores sutis. O efeito avermelhado revelado na primeira imagem da missão chinesa é devido à falta de calibragem do sensor da câmera, o que a grosso modo poderia ser comparado ao "ajuste de branco" nas máquinas fotográficas digitais convencionais. Feitas as correções, as fotos seguintes já mostravam o regolito lunar nos tradicionais tons cinza.

Teste do jipe lunar da China
Clique para ampliar


Observação da missão
Da mesma forma como fez com as missões Apollo, registrando os locais de pouso e parte dos equipamentos deixados na Lua, a sonda estadunidense Lunar Reconnaissance Orbiter, LRO, atualmente em orbita em torno do nosso satélite, também deverá imagear o local onde está operando a missão chinesa Chang´e 3.

De acordo com a Nasa, a sonda deverá passar sobre a região nos dias 25 de dezembro de 2013, 22 de janeiro e 18 de fevereiro, quando serão feitas tentativas de fotografar os equipamentos chineses em operação. Aguarde!


Artes: no topo, imagem panorâmica mostra parte de Mare Imbrium, local onde opera a missão chinesa Chang´e 3, um local de aparência plana e desolada. Na sequência, primeira imagem transmitida pela missão, onde se vê o solo avermelhado devido à falta de calibragem dos sensores. Em seguida, imagem simulada mostra o local de pouso da missão. Acima, jipe-robô Yútú durante fase de testes. Créditos: Agência Espacial Chinesa, Apolo11.com.






Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Nós amamos nossa pátria não porque ela seja forte ou rica, mas por ser a que temos" - Autor desconhecido