Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Exploração Espacial
Quarta-feira, 17 mai 2017 - 10h46

Planeta Vermelho: os fluxos sazonais de Valles Marineris

Valles Marineris é uma enorme feição geológica que corre ao longo da superfície de Marte, a leste da região de Tharsis. Ali, em algumas épocas do ano, a região sofre com a ação dos ventos, que formam estranhas e belas paisagens marcianas.

Valles Marineris: acao do vento na paisagem marciana
Linhagens de declive recorrentes: ação do vento na paisagem marciana. Crédito: NASA/JPL-Caltech/Univ. of Arizona.

Nesta cena, captada pela sonda estadunidense Mars Reconnaissance Orbiter, MRO, vemos o resultado da ação eólica, batizada pelos geólogos espaciais como "linhagens de declive recorrentes", ou RLS, bastante comuns em Valles Marineris.

Nesta região marciana, o RSL ocorre geralmente em encostas viradas a leste, estendendo-se desde o terreno pedregoso, à esquerda da foto, até a superfície mais plana, onda acaba por formar depósitos de poeira.

Diversos pesquisadores que estudam o solo marciano acreditam que a presença de água pode ter alguma participação na formação dos "fans" como são chamados esses depósitos minerais.

Valles Marineris
A região de Valles Marineris recebeu este nome em homenagem à nave Mariner 9, que estudou a feição entre 1971 e 1972.

Toda a extensão de Valles Marineris mede mais de 4 mil km. Tem cerca de 200 km de largura e mais de 7 km de profundidade, o que forma o maior cânion conhecido no Sistema Solar, com a exceção do profundo vale submarino de 16 mil km de extensão que forma a Dorsal meso-atlântica.






Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Política é a guerra sem sangue enquanto a guerra é a política com sangue" - Mao Tsé-Tung