Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 13 jul 2015 - 09h45

Plutão: faltam poucas horas para a aproximação máxima

Restando apenas algumas horas para o rasante, os instrumentos a bordo da nave New Horizons continuam enviando imagens cada vez mais detalhadas da superfície do planeta anão, cada vez mais surpreendente.

Plutao face invisivel
Clique para ampliar

Na terça-feira de manhã a sonda interplanetária New Horizons atingirá o ápice de sua missão e às 08:49:57 deverá chegar a apenas 12500 km de distância de Plutão. Essa será a primeira visita ao mais distante dos planetas do Sistema Solar e marcará o início dos estudos locais do planeta.

AO VIVO 07h15 DE TERÇA-FEIRA!

Durante a aproximação, Plutão será sondado por nada menos que sete instrumentos científicos, entre eles as duas câmeras de alta resolução LORRI e RALPH, o espectrômetro ultravioleta ALICE, o espectrômetro de íons PEPSSI e o experimento de análise de interação solar SWAP. Além desses, o experimento REX (Radio Science Experiment) terá a importante tarefa de sondar a temperatura e pressão da atmosfera de Plutão e medir a densidade de sua ionosfera.

Além desses instrumentos, a sonda carrega um interessante experimento chamado VBSDC - Venetia Burney Student Dust Counter - que consiste em um medidor de poeira interestelar construído por estudantes da Universidade do Colorado. O nome do experimento é uma homenagem à britânica Venetia Burney, que em 1930, aos 11 anos de idade, sugeriu o nome do planeta.

Imagem Histórica
A cena no topo do artigo revela o disco plutoniano visto a 3.9 milhões de km. Ela foi feita em 11 de julho de 2015 e provavelmente é a última foto mais aproximada deste hemisfério, já que esta face não estará visível no momento do encontro. É uma imagem histórica e que provavelmente ilustrará os livros de ciências pelas próximas décadas.

Não se sabe exatamente o que são as quatro áreas escuras vista na região equatorial de Plutão (parte inferior da imagem) e nem porque parecem tão perfeitamente espaçadas. De acordo com pesquisadores do Ames Research Center, da Nasa, ainda não é possível nem saber se são planaltos ou planícies ou apenas variações de brilho em uma superfície lisa.

Considerando-se o tamanho de Plutão, pode-se especular que a maior área escura vista na cena tem cerca de 480 km de largura. "Comparando com imagens anteriores, vemos que essas regiões são bem mais complexas do imaginamos anteriormente, com as bordas muito irregulares e fortemente definidas", disse o cientista Curt Niebur, do AMES.


Ao vivo
A aproximação máxima da sonda New Horizons ocorrerá nesta terça-feira, às 08h49 e o Apolo11 transmitirá ao vivo o evento, com imagens da NASA-TV.

Naturalmente, o evento não contará com imagens geradas em tempo real de Plutão, pois além de inviável não está previsto no script da missão, mas todas as etapas serão reproduzidas em tempo real. Imagens de Plutão em alta resolução só deverão chegar até nós no final da tarde.

AO VIVO 07h15 DE TERÇA-FEIRA!





Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O destino de qualquer nação, em qualquer época, depende das opiniões de seus jovens entre 5 e 20 anos" - Goethe