Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Quarta-feira, 18 jan 2017 - 09h39

Prepare-se: colisão entre estrelas poderá ser vista a olho nu

Um violento impacto entre estrelas deverá iluminar em breve o céu noturno e poderá ser visto por qualquer pessoa. Segundo especialistas, o choque será tão poderoso que produzirá um brilho maior que qualquer estrela do firmamento.

Colisao entre estrelas
KIC 9832227: O par de estrelas está tão próximo entre si que os objetos já compartilham da mesma atmosfera.

A visualização do choque ocorrerá daqui cinco anos, em 2022, e será causado pelo impacto e fusão da estrela binária KIC 9832227, localizada a uma distância de 1800 anos-luz da Terra.

Atualmente, esse sistema duplo tem um brilho muito fraco e só pode ser visto através de telescópio, mas crescerá cerca de 10 mil vezes após o impacto. No entender dos astrônomos, o clarão deverá permanecer visível por diversos dias, na constelação do Cisne.

Esse sistema híbrido já é velho conhecido dos pesquisadores e desde 2013 passou a chamar a atenção pela possibilidade de choque e fusão.

Segundo os estudos, o par estelar está tão próximo entre si que já compartilham da mesma atmosfera, situação muito parecida com V1309 Scorpii, cuja atmosfera também era combinada e girava cada vez mais rápido até sua explosão em 2008.

Consequências
O choque entre as duas massas de gás produzirá o que os astrônomos chamam de "nova vermelha", fenômeno caracterizado pela fusão de uma estrela binária. Aqui da Terra, a maior consequência será a formação de um ponto muito luminoso no céu, mais forte que qualquer outra estrela visível.

Como explicado, o choque está previsto para 2022 e enquanto não acontece a dupla de estrelas poderá ser observada ou pesquisada por qualquer astrônomo amador, que poderá medir a flutuação do brilho da estrela binária, cada dia maior e mais frequente. Experimente!






Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Dignidade não consiste em possuir honrarias, mas em merecê-las" - Aristóteles