Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Aventuras e Expedições
Sábado, 26 nov 2005 - 08h33

Empresário paulista começa aventura no rio São Francisco

Tudo pronto para a viagem que o empresário paulista Eduardo de Carvalho fará no rio São Francisco a bordo de um barco de garrafas PET. A aventura começa nesta segunda-feira, 28 de novembro, e terá aproximadamente dois meses de duração.

O início estava previsto para setembro, mas houve um atraso no transporte do barco da cidade de Natal (RN), onde foi construído, até o porto de Pirapora (MG), ponto definido para a partida oficial.

O percurso total será de 1371 quilômetros até Juazeiro (BA), passando por diversas cidades, parques nacionais, paisagens deslumbrantes e o traiçoeiro Lago do Sobradinho, temido por suas fortes rajadas de vento e ondas de grande altura, que podem virar embarcações.

No percurso de Natal até o porto de Pirapora, Carvalho já passou pelo lago, mas teve a sorte de atravessá-lo em momento de rara calmaria. Em todo trajeto até este momento, enfrentou muito sol e seca.A partir de agora, na descida do rio São Francisco, a previsão é de longos períodos de chuva. Por um lado, este é um fator positivo, uma vez que impede o barco de encalhar, porém, mas uma vez a preocupação de Carvalho é ter de enfrentar o Lago do Sobradinho nessas condições, o que possibilitaria que as águas estivessem muito agitadas.

Um dos atrativos da expedição têm sido as palestras de educação ambiental que Eduardo vem fazendo em algumas cidades, explicando a importância da reciclagem de lixo, do uso racional da água e até mostrando brinquedos que podem ser feitos com garrafas PET, como carrinhos e helicópteros. Considerando que a maioria das comunidades ribeirinhas é formada por famílias carentes, a importância desta ação ganha uma dimensão ainda maior.

O São Francisco é o maior rio totalmente brasileiro e cruza cinco estados.


A embarcação
O barco que será usado por Carvalho tem toda a parte inferior, usada para flutuação, formada por 2.040 garrafas PET. Apesar da estranheza, o projeto, que foi desenvolvido por um engenheiro naval e conta com 22 pés de comprimento, já foi aprovado pelo Ministério da Marinha.

Sua principal força motriz é a eólica, mas existem possibilidades de utilizar remos e motor. Para um melhor desempenho e total segurança ao projeto, foram feitos inúmeros testes em Natal (RN).

Além disso, o barco conta com GPS, 24 cartas topográficas, rádio VHF, luzes de sinalização, bússola, buzina, dois extintores de incêndio, vela reserva e equipamento completo de sobrevivência, entre outros.


Saiba mais
29 de Setembro de 2004 - Empresário paulista sobe o rio São Francisco em barco de garrafas pet







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Um tolo com instrução é um tolo maior que um com falta dela." - Benjamim Franklin