Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Clima e Meteorologia
Segunda-feira, 09 mar 2009 - 09h41

Os modelos climáticos estão supervalorizados?

O aquecimento global não é mais questionável. As altas temperaturas no planeta e suas consequências são evidentes. Mas será que os modelos climáticos não estão supervalorizados? As previsões estão exageradas?

O assunto é polêmico e vem gerando muitas discussões entre cientistas, especialistas e os céticos do aquecimento global.

"A atividade humana está realmente alterando o clima global, mas nós temos que parar de agir como se soubéssemos os detalhes de como isto está acontecendo", questiona o físico Lenny Smith, professor de estatística na London School of Economics e na Universidade of Oxford, ambas na Inglaterra.

Para o professor estamos dando mais certezas aos modelos de clima do que eles podem realmente garantir. Em outras palavras, a precisão dos modelos é questionável.

"O fundamental é que os modelos nos ajudam a entender parte do sistema climático, mas isto não significa que eles possam prever os detalhes," disse Smith à revista New Scientist.

O professor chama a atenção para os erros que existem nos modelos climáticos e nas previsões incorretas. Mas Smith ressalta a importância de discutir os limites das mudanças climáticas e sempre questioná-los. A sociedade deverá ter a capacidade de responder às alterações do clima.

Para a grande maioria dos cientistas que acredita que o aquecimento global tem origem na ação do homem, o físico levanta mais uma dúvida: "quando alguém vai muito longe na interpretação dos resultados dos modelos, ele nem sempre passa por uma avaliação adequada", conclui Smith.

Foto: Para o professor Lenny Smith estamos dando mais certezas aos modelos de clima do que eles podem realmente garantir.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ningém que não entenda." - Cecília Meireles