Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Clima e Meteorologia
Sexta-feira, 29 ago 2008 - 15h20

Raio mata 12 cabeças de gado em Rondônia

Enviado por Daniel Panobianco
A chuva forte voltou ao Estado de Rondônia. As previsões do inicio da semana, desacreditada por muitos, de fato foi confirmada entre a tarde desta quinta-feira e a manhã de hoje.

Choveu com intensidade em diversos municípios do Estado, principalmente na área central, entre Ji-Paraná e Cacoal, regiões que vinham sofrendo com uma longa estiagem de 89 dias.

Durante as primeiras trovoadas na noite de quinta-feira, uma seqüência de raios - descrita por muitos como assustadora – atingiu parte dos municípios de Ji-Paraná, Presidente Médici e Ministro Andreazza, além de boa parte do noroeste de Mato Grosso, regiões de Juína e Colniza.

Em Ministro Andreazza, pelo menos um acontecimento chamou a atenção e novamente expôs o perigo das descargas atmosféricas na Amazônia. Um único raio matou 12 cabeças de gado, que se abrigavam debaixo de uma árvore durante o temporal. O fato ocorreu em uma fazenda, já no limite de Ministro Andreazza com o município de Presidente Médici, próximo ao Núcleo Riachuelo, na rodovia RO-133, que liga o Núcleo ao Distrito de Nova Colina, em Ji-Paraná.

Normalmente, para se protegerem de um temporal os animais recorrem a dois pontos estratégicos de uma propriedade: ou ao lado de uma cerca ou debaixo de árvores. Os dois conduzem eletricidade, mas a árvore é o ponto mais elevado da área e como todos sabem, os raios procuram primeiro os pontos mais elevados para atingir e somente depois propagar a energia para o solo.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A gente só diz sim ou não no casamento e, ainda assim, às vezes erra." - Itamar Franco