Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Invenções e Descobertas
Terça-feira, 23 nov 2017 - 09h09

Brasil: estudo mostra que Cerro do Jarau foi criado por impacto de meteorito

A formação geológica de Cerro do Jarau, localizado no município gaúcho de Quaraí, na fronteira do Brasil com o Uruguai, há anos intriga os especialistas. A hipótese mais provável é que a enorme cratera tenha sido formada pela queda de um meteorito.

Vista parcial de Cerro do Jarau
Clique para ampliar

A cratera tem cerca de 5.5 quilômetros de diâmetro e desde 2007 o local vem sendo estudado por pesquisadores do Instituto de Geociências da Universidade de Campinas em São Paulo, Unicamp, que confirmou a origem geológica do Cerro do Jarau.

Até hoje, os pesquisadores buscam material rochoso que possa fornecer dados mais precisos para a datação do impacto do meteorito. As deformações que ficaram gravadas de forma permanente nas rochas do Jarau e a existência de determinados minerais ajudaram os cientistas a comprovar as suspeitas iniciais da formação do local.

"Com base na idade das rochas mais jovens afetadas pelo impacto, podemos dizer que o choque ocorreu há várias dezenas ou até uma centena de milhões de anos", disse o pesquisador Álvaro Crosta, coordenador de uma equipe de especialistas internacionais.

astroblema do Cerro do Jarau

Com essa constatação, o número de crateras formadas por impacto de meteorito no Brasil sobe para seis. Além disso, a cratera do Cerro do Jarau é a quarta no planeta formada por rochas basálticas, sendo que três delas estão no Sul do Brasil.

"Esse tipo de cratera é bastante comum na superfície de outros corpos planetários, mas não na Terra. A análise dos processos de deformação relacionados à formação das crateras basálticas do sul do Brasil pode eventualmente auxiliar na compreensão da evolução da superfície de muitos outros corpos planetários, como a Lua, Marte, Vênus e outros corpos sólidos", afirma Crosta.

As deformações, algumas visíveis apenas com o auxílio de microscópio, são decorrentes da liberação de uma enorme quantidade de energia, superior a eventos como terremotos e erupções vulcânicas. Justamente por esse motivo, elas são utilizadas como evidências de impactos de meteoros.


Clique para navegar na região

"Estamos apenas no início dos estudos de Cerro do Jarau e temos a expectativa de que informações novas e interessantes venham surgir dos resultados que esperamos obter nos próximos anos", declarou o professor.



Foto: No topo, Cerro do Jarau, no município de Quaraí, no Rio Grande do Sul. Pesquisadores da Universidade de Campinas de São Paulo concluíram que a formação geológica do local é resultado do impacto de um meteorito ocorrido há milhões de anos. Na sequência, modelo digital de elevação mostrando em perspectiva a feição geomorfológica circular do Cerro do Jarau (linha tracejada). Acima, aplicativo Satmap mostra a região vista através de imagem de satélite. Clique para ampliar e navegar na imagem. Crédito: Prefeitura Municipal de Quaraí/Unicamp/Alvaro Penteado Crósta/Fernanda Silva Lourenço/Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates