Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Quarta-feira, 10 fev 2016 - 07h42

Asteroide de 80 mil toneladas pode raspar a Terra no começo do mês

Atualização 7 março 2016

De acordo com o MPC, Minor Planet Center, TX68 passou nas vizinhanças da Terra às 10:42 BRT de segunda-feira, 7 de março de 2016, a 4.092 milhões de km da Terra, uma diferença de mais de 10 horas em relação à última modelagem feita pelo JPL da NASA.



Atualização - 14 fev 2016
O asteroide 2013 TX68 teve sua orbita recalculada e não mais passará próximo à Terra no dia 5 de março.

Embora as incertezas sejam muito grandes, a nova solução mostra que a distância mínima de aproximação será entre 38400 km e 5 milhões de km e ocorrerá em 8 de março.

Mais dados podem ser obtidos em nossa página: Monitoramento de Asteroides


10 fev 2016
Asteroide de 80 mil toneladas pode raspar a Terra no começo do mês
De acordo com modelos orbitais a rocha pode cruzar a alta atmosfera da Terra abaixo da linha dos satélites geoestacionários. A distância de aproximação máxima é tão pequena que o asteroide pode até ser visto a olho nu em locais de céu limpo.

Orbita do asteroide 2013 TX68
Orbita do asteroide 2013 TX68: Com muitas incertezas, modelos mostram que a menor aproximação pode ser de 22 mil km. A melhor solução aponta para 493350 km.

Batizada de 2013 TX68, a rocha atingirá o ponto de menor aproximação da Terra no dia 5 de março, às 16h15 BRST.

Há muitas incertezas sobre a orbita do asteroide, o que torna difícil o cálculo da distância exata da aproximação. De acordo com o JPL, Laboratório de Propulsão a Jato, da Nasa, a janela de aproximação varia entre longínquos 14 milhões de km e perigosos 22 mil km, sendo que a melhor estimativa mostra que o asteroide passará a 493350 km de distância.

A olho nu
2013 TX68 tem cerca 40 metros de comprimento e pesa 80 mil toneladas. Se passar pela Terra no limite inferior da previsão, a 22 mil km, poderá ser visto sem auxílio de binóculos em locais de céu escuro, lembrando que o momento da aproximação máxima será no período da tarde aqui no Brasil.

Risco de Impacto
A velocidade de deslocamento de 2013 TX68 é de 52 mil km/h. Se atingisse a Terra, liberaria a mesma energia que 2 mil toneladas de TNT, suficientes para fazer um bom estrago sobre uma cidade. No entanto, a distância mínima calculada mostra que os riscos de impacto são muito pequenos.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O segredo em negócios é saber alguma coisa que mais ninguém sabe." - Aristóteles Onassis