Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 14 out 2013 - 10h00

Cometa ISON, naves espaciais e as pegadinhas da internet

Na medida em que o cometa C/2012 S1 ISON se aproxima do Sol e da Terra, informações inverídicas sobre sua natureza e comportamento começam a pipocar na internet. A mais recente é a revelação de que o objeto estaria sendo seguido por naves interplanetárias. Será que isso é verdade?

Cometa ISON e possível fragmento
Clique para ampliar

Como diz um antigo ditado popular, "o papel aceita tudo", mas na internet esse ditado ganha mais força ainda. Qualquer coisa escrita em algum blog pode ganhar o mundo em alguns minutos e dependendo do assunto pode passar a ser considerada uma verdade absoluta, difícil de ser desmentida.

Recentemente, alguns blogs passaram a manipular as imagens registradas do cometa ISON, inserindo nelas objetos que não existem nas cenas reais para dar a impressão de que "alguma coisa estranha" está sendo escondida pelas autoridades para não criar pânico. Os textos sustentam que os objetos são naves espaciais, que se desacoplaram do cometa.

Outros blogs são mais honestos e não manipulam as imagens, mas afirmam que as naves desacopladas são as pequenas estruturas gasosas registradas ligeiramente à frente de ISON.

Naturalmente, essas afirmações não passam de "pegadinhas" de internet e são feitas por dois tipos de editores de blogs: os que têm fé e acreditam cegamente que o cometa está sendo seguido por naves extraterrestres e os que enxergam nesse tipo de informação um meio de atrair seguidores para seus sites, aumentando assim a receita proveniente da publicidade.


Efeito Ignorância
O interessante a ser observado é que esse tipo de afirmação, além de não colaborar em nada para o desenvolvimento científico e intelectual do leitor, produz um efeito extremamente nocivo para a credibilidade dos meios de comunicação on-line, uma vez que se utilizam de sofismas para confundir os internautas, que acreditam que os blogs são científicos e reveladores de fatos escondidos.

Nosso país é altamente deficiente na formação científica dos jovens e a infinita repetição de mentiras e incorreções pode ter um efeito catastrófico no futuro de toda nossa sociedade, que acabará por acreditar em duendes e bruxas em detrimento do conhecimento e do aprimoramento científico.


Artes: No topo, exemplo de imagem mal interpretada onde um erro no processamento criou um "objeto" extra, alardeado no final de semana como uma prova incontestável de que uma nave estava se separando do núcleo do cometa. No vídeo, magnífica sequência feita pelo astrônomo Gustavo Muler mostra o cometa ISON cruzando as estrelas da constelação do Leão. Créditos: Richard Owens, Gustavo Muler, Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates