Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Quinta-feira, 13 nov 2014 - 10h07

ESA divulga a primeira foto feita da superfície de um cometa

A agência espacial europeia divulgou nesta manhã a primeira foto feita a partir da superfície 67/P. A cena revela um solo bastante irregular enquanto a telemetria de bordo preocupa os engenheiros: ao menos um dos arpões de fixação não foi disparado.

Primeira Foto do cometa 67/P
Clique para ampliar

Até agora, a missão da sonda espacial Rosetta e seu robô-explorador Philae pode ser considerado um sucesso absoluto. Todas as fases, desde a liberação da sonda até o pouso parecem ter transcorrido com extrema precisão, embora algumas das etapas podem não terem sido 100% completadas.


ASSISTA AO VIVO A DIVULGAÇÃO DE MAIS IMAGENS

Uma delas, e a que mais preocupa os engenheiros europeus é a fixação da sonda ao solo do cometa, que deveria ser feita através do disparo de arpões fixadores. No entanto, ao menos um dos arpões não foi disparado, como revelou a telemetria enviada logo após o pouso.


Saltos no Cometa
Até agora, os responsáveis pela missão não sabem exatamente porque os arpões não foram introduzidos na superfície de 67/P, mas dados registrados pelo instrumento ROMAP (Rosetta Lander Magnetometer and Plasma Monitor), a bordo da Philae indicam que ocorreram pelo menos três "repiques" durante o pouso, o primeiro as 13h33 BRTS (hora do pouso), outro às 15h26 seguido de mais um sete minutos depois.

No entender dos especialistas europeus, estes repiques podem indicar que a sonda "saltou" na superfície do cometa, com estimativas ainda não confirmadas de 1 km de altura no primeiro repique e 20 metros ou menos nos saltos seguintes, o que pode ter danificado os mecanismos de introdução dos arpões.


MOMENTO DO POUSO


Primeira Foto
A primeira foto enviada pela sonda revela uma superfície bastante irregular e foi captada pelo instrumento CIVA (Comet nucleus Infrared and Visible Analyzer), um conjunto de seis câmeras individuais capazes de fazer fotos estereográficas em 360 graus com resolução de 1024 pixels.

Como as câmeras do CIVA são monocromáticas, as cenas próximas feitas no comprimento de onda visível são iluminadas com três leds de cores diferentes. Após serem processadas resultam em imagens de cores reais.

Na cena divulgada, ainda em preto e branco, nota-se em primeiro plano os pés da sonda Philae acima de uma superfície irregular e aparentemente porosa e rachada. Novas imagens devem ser divulgadas ainda hoje, com possíveis cenas panorâmicas em 3D.


Artes: No topo, primeira imagem feita pela sonda Philae sobre a superfície do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko. Créditos ESA, Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates