Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 19 ago 2013 - 08h20

Pedaço de antigo cometa deve atingir o Sol nas próximas horas

Atualizado em 20 de agosto as 08h06
Fragmento de cometa se vaporiza antes de atingir a atmosfera solar

O fragmento do cometa Kreutz que se dirigia implacavelmente rumo ao Sol teve seu destino selado na noite de segunda-feira, quando foi totalmente pulverizado antes de atingir o topo da atmosfera estelar. Logo em seguida, uma violenta ejeção de massa coronal foi registrada.

As imagens do telescópio SOHO no espectro ultravioleta mostraram o cometa avançando até aproximadamente 20h06 BRT (Horário de Brasília), quando o objeto foi eclipsado pelo anteparo do coronógrafo a bordo do satélite, o que impediu a continuidade da observação. Cerca de 35 minutos depois foi registrada uma violenta Ejeção de Massa Coronal, EMC.

Apesar de os eventos estarem visualmente conectados, ao que tudo indica a EMC ocorreu na Região Ativa 1809 e não foi provocada pelo impacto do cometa na alta atmosfera solar.

Mesmo assim, as imagens são magníficas e dignas dos filmes de ficção científica.



Atualizado em 19 de agosto as 19h00
Problemas no servidor de imagens do telescópio SOHO estão impedindo o download dos dados.

O cometa continua rumando em direção à estrela, mas uma falha no processamento da imagem Lasco C3 está ofuscando a observação do cometa, que pode ser visto no coronógrafo LASCO C2, mostrado abaixo.

Cometa Kreutz em agosto de 2013 - 2
Clique para ampliar


Pedaço de antigo cometa deve atingir o Sol nas próximas horas
Nas próximas horas, o fragmento de um grande cometa que se partiu há mais de 2 mil anos deverá atingir a alta atmosfera solar. O objeto foi descoberto nas imagens do telescópio espacial SOHO e poderá provocar uma aparente ejeção de massa coronal ao atingir o Sol.

Cometa Kreutz em agosto de 2013
Clique para ampliar

As imagens foram captadas pelo coronógrafo grande angular LASCO C3 a bordo do telescópio espacial e deverá ser visto nas imagens do instrumento LASCO C2 momentos antes de impactar contra o topo da atmosfera escaldante da estrela. Devido às características da órbita e massa do fragmento, não há qualquer chance de escapar da intensa gravidade solar.


Família Kreutz
O objeto registrado pertence à família cometária Kreutz, composta de uma série de fragmentos de um grande cometa que se partiu há mais de 2 mil anos.

Diariamente, diversos desses fragmentos passam próximo ao Sol e se desintegram, mas como a maioria é muito pequena acabam por passarem despercebidos. Entretanto, alguns pedaços maiores chamam a atenção e são detectados pelo telescópio e vistos pelos observadores das imagens.

Os objetos da família Kreutz foram assim batizados após terem sido descobertos por um jovem astrônomo chamado Dirk Peeters Kreutz, no século 19.


Choque e Ejeção de Massa Coronal
Existem muitas controvérsias a respeito da possibilidade de o choque do cometa provocar ou não a Ejeção de Massa Coronal, CME, uma vez que quase sempre o impacto é acompanhado de um aparente evento desse tipo. Alguns pesquisadores acreditam que o choque tem energia suficiente para ejetar o plasma com velocidade suficiente para "vencer" a gravidade e ser lançado ao espaço.

Entretanto, a maioria dos cientistas acredita o efeito visual do impacto nada mais é que a sublimação do gelo do cometa, uma vez que o ao atingir determinada altitude o fragmento se rompe e é consumido quase que instantaneamente pelo calor da estrela. Sublimação é o fenômeno que ocorre quando um material passa imediatamente do estado sólido para o estado gasoso.

Normalmente, os fragmentos da família Kreutz não são muito grandes, com cerca de 10 km de diâmetro e se desintegram a aproximadamente 200 mil km de altitude.

Acompanhe o impacto em nossa página de Atividade Solar


Arte: No topo, imagem do telescópio espacial SOHO feita na manhã de segunda-feira, 19 de agosto, mostra o fragmento do cometa Kreutz em rota de colisão contra o Sol. Crédito: NASA/ESA SOHO Science Team, Apolo11.com.


Sobre o Autor
Olá pessoal, meu nome é Rogério Leite, Editor-chefe dos sites Apolo11.com e Painel Global. Espero que nossos artigos sejam bastante úteis e que possam ajudar as pessoas a entenderem um pouco melhor nosso Universo!








Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Roubar não é só meter a mão na carteira das pessoas. Roubar é gastar errado com mordomias, com obras faraônicas, privilegiando quem já tem." - Ciro Gomes