Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 15 dez 2014 - 10h06

cometa Lovejoy brilha muito e pode ser visto durante as madrugadas

Se você possui um pequeno binóculo e gostaria de ver algo realmente fascinante no céu noturno, o momento é agora. O cometa Lovejoy está cada vez mais brilhante e se tornou a bola da vez da observação dos astrônomos amadores e profissionais. Olhe para o céu, experimente!

Batizado de C/2014 Q2 Lovejoy em homenagem ao seu descobridor, o australiano Terry Lovejoy, o cometa está cada vez mais brilhante e de acordo com alguns relatos já atingiu a magnitude M1 (brilho integrado do núcleo + cauda) de 6.0, o que significa que já pode ser visto a vista desarmada em locais de céu muito limpo e escuro.

Observadores experientes, no entanto, estimam seu brilho em 6.5, ligeiramente acima da capacidade de percepção de brilho do olho humano, mas isso é só por alguns dias. Em breve Lovejoy vai brilhar muito mais e deverá atingir a magnitude de 4.5 no comecinho de 2015.

C/2014 Q2 Lovejoy é um cometa de longo período, com orbita inclinada em 80 graus, descoberto na noite de 17 de agosto por Terry Lovejoy, através de telescópio de 200 milímetros. O objeto foi confirmado algumas horas depois pelo astrônomo brasileiro Cristovão Jacques, a partir do observatório SONEAR, localizado em Oliveira, MG.

Cometa C/2014 Q2 Lovejoy
Clique para ampliar

Neste momento, Lovejoy está situado antes da orbita de Marte, a 113 milhões de km da Terra e deverá atingir o ponto de maior aproximação em 7 de janeiro, quando estará a apenas 70.2 milhões de quilômetros de distância. Em 30 de janeiro atingirá o periélio, a menor distância até o Sol, a 1.29 UA da estrela, cerca de 192 milhões de quilômetros.

Antes de entrar na região planetária, Lovejoy completava uma volta ao redor do Sol em 11500 anos. Quando deixar a região seu período orbital ficará ligeiramente mais curto, com tempo estimado em 8 mil anos. Assim, se você quiser ver o cometa, o momento é agora.


Vendo o cometa
Atualmente, a melhor forma de ver o cometa Lovejoy é através de um binóculo de boa qualidade, 7x50 ou 10x50. Amadores habilidosos poderão fazer fotos do cometa, quando todo o seu esplendor pode ser revelado.

Através de instrumentos, o cometa se parece com uma pequena bolinha esverdeada, coloração essa causada pela presença abundante de cianogênio CN e carbono biatômico, C2, que quando submetidos à luz solar emitem luz verde no comprimento de onda ao redor de 550 nanômetros.

C/2014 Q2 está situado entre as constelações da popa e da pomba, alto no céu após as 22 horas.

Cometa C/2014 Q2 Lovejoy - Cristovao Jacques
Clique para ampliar

Visto da Região Sudeste, pode ser encontrado no quadrante sudeste a cerca de 40 graus de elevação. Com o passar das horas, o movimento da terra faz o objeto subir e caminhar em direção ao quadrante Sul e as 02h00 atinge seu ponto máximo de altura, a 75 graus de elevação, nas coordenadas celestes 06h44m16s / -39g40m23.2s.

Dica importante
Os interessados em saber com precisão onde encontrar o cometa devem baixar e utilizar algum software planetário, pois a observação celeste exige precisão nas localizações. Hoje em dia existem diversos softwares gratuitos. Para computadores e laptops sugerimos o programa Stellarium, que além da boa apresentação também é bem fácil de usar.

Lovejoy deverá aumentar muito de brilho nos próximos dias. No dia 9 de janeiro cruzará o equador celeste e se tornará um objeto mais propícia a ser visto no hemisfério norte, mas ainda poderá ser observado até o final de janeiro.

A hora é agora. Bons céus!



Artes: No topo, vídeo apresenta diversas cartas celestes da posição do cometa Lovejoy entre dezembro de 2014 e janeiro de 2015. Na sequencia, imagem do cometa feita pelo Apolo11 e pelo astrônomo amador Cristovão Jacques, através de telescópio robótico situado em Siding Spring, na Austrália. Créditos: Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates