Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Curiosidades e Conhecimento
Quarta-feira, 31 ago 2005 - 06h58

Estudos indicam que núcleo da Terra gira mais rápido

Enquanto a Terra gira, o centro da Terra gira ainda mais rápido, dizem cientistas, confirmando uma proposição feita pela primeira vez em 1996. Segundo uma dupla de geofísicos, o globo metálico - maior que a Lua - que forma o núcleo do planeta pode dar um giro extra a cada período de 700 a 1.200 anos.

Paul Richards e Xiaodong Song, que fizeram a primeira proposição e agora garantem tê-la confirmado, afirmam que essa volta extra do núcleo em relação ao resto do planeta pode ajudar a explicar como a Terra gera seu campo magnético.

Em seu novo estudo, publicado na Science, a dupla relata medições mais precisas de terremotos moderados que se originaram no Atlântico Sul. Comparando tremores com o mesmo epicentro e o mesmo padrão, e analisando a propagação das ondas sísmicas até o Alasca, eles viram indícios de que algo nas profundezas do planeta havia mudado entre a evolução de um e de outro terremoto.

A tese de Richards e Song, que iniciaram seus estudo no Observatório Lamont-Doherty da Universidade de Columbia, se baseia no fato de o núcleo da Terra ser uma grande esfera de ferro envolta por um mar de metal líquido quente, no qual ela flutua sem obstáculos.

A proposição da dupla foi questionada por outros cientistas, que duvidaram da precisão de suas medições de ondas sísmicas avançando sobre o planeta. Richards e Song garantem que, agora, conseguiram obter indícios muito mais fortes.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Diplomacia é lembrar o aniversário de uma mulher e esquecer a sua idade" - Kennet Keating