Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Espaço - Tecnologias
Segunda-feira, 25 abr 2005 - 18h12

Missão Dart é abortada em pleno espaço.

A missão da sonda não tripulada Dart (Demonstration of Autonomous Rendezvous Technology, Demonstração de tecnologia de manobras autônomas), lançada na última sexta-feira e que deveria se aproximar de um satélite do Pentágono, foi abortada em pleno espaço por falta de combustível.

A sonda deveria efetuar manobras a uma distância de 5 metros do satélite, no entanto a Nasa disse que a Dart não conseguiu se aproximar mais do que 91 metros de seu alvo.

Lua e Marte
O responsável pelo projeto, Jim Snoddy, disse que a sonda apresentou uma série de "erros de navegação", mas Snoddy não revelou se isso teria sido a causa do desperdício de combustível.

"Vários objetivos foram alcançados, embora não o principal", disse ele.

Durante a missão de 24 horas, o artefato deveria realizar uma série de trabalhos automáticos, incluindo manobras ao redor do satélite militar, efetuando aproximações e movimentos ao redor. O experimento também pretendia testar a tecnologia de aproximação de objetos no espaço, que poderia ser usada para o envio de seres humanos para a Lua e Marte.

A Nasa tem usado expedições tripuladas para suas missões espaciais desde os anos 1960, mas, se o processo pudesse ser automatizado, possibilitaria a colocação em órbita de componentes de naves antes do envio de astronautas.

A missão Dart teve um custo aos cofres americanos de 110 milhões de dólares.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire