Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Espaço - Estação Espacial
Sexta-feira, 22 mai 2009 - 11h27

Pouso da Atlantis é adiado pela segunda vez

O centro espacial Kennedy suspendeu novamente o pouso do ônibus espacial Atlantis, previsto para esse sábado. Essa é a segunda vez que os controladores da missão suspendem a aterrisagem da Atlantis.

O motivo do cancelamento do pouso cargueiro americano foi novamente as más condições do tempo na pista da Flórida, apesar das condições serão adequadas para o pouso na Base Aérea de Edwards, na Califórnia e White Sands, no Novo México.

Uma nova tentativa será feita amanhã às 11h11 (hora de Brasília) e caso não seja possível aterrisar a Atlantis na pista da Flórida o pouso será feito provavelmente na pista militar de Edwards.

O problema de se aterrisar o ônibus espacial nas pistas alternativas é o custo elevado para transportar o ônibus espacial de volta ao seu hangar na Flórida, uma operação estimada em 1 milhão de dólares.

Sábado
Ônibus Espacial Atlantis pousa neste sábado

Segundo o diretor de vôo Norm Knight, a tentativa de pouso deve ocorrer às 10h16 (hora de Brasília) deste sábado, mas os controladores ainda vão avaliar as condições meteorológicas antes de permitir que a Atlantis pouse. Uma segunda tentativa está prevista para às 11h54. Caso a pista não seja liberada, o ônibus espacial poderá utilizar a pista da Califórnia e aterrisar às 11h46 ou às 13h24.

Se a Atlantis não pousar no sábado, outras oportunidades ocorrerão no domingo utilizando as pistas da Flórida, Califórnia ou no deserto de White Sands, no Novo México.


Veja ao Vivo!
Como nas outras ocasiões, todas as atividades da missão podem ser acompanhadas ao vivo pelo Apolochannel, que retransmite a Nasa-TV. Veja abaixo a programação da missão. Todas as datas estão no horário de Brasília. Veja ao vivo - ApoloChannel


Sexta-feira
Tempo ruim adia pouso do ônibus espacial Atlantis

As más condições do tempo na região do Centro Espacial Kennedy, na Flórida e na Base Aérea de Edwards, na Califórnia, obrigou os diretores de vôo a adiar o pouso do ônibus espacial Atlantis, previsto para acontecer às 12h41 desta sexta-feira.

A Re-entrada
De-orbital é o nome dado ao processo de re-entrada e é realizado pelos computadores de bordo dos ônibus espaciais. Esta operação posicionará a Atlantis de costas e acionará os retro-foguetes de modo a diminuir a velocidade da nave.

Perdendo velocidade, a nave tende a perder altitude, o que aumenta o atrito sobre as altas da camada da atmosfera. Conhecido por "re-entrada", este é um dos momentos mais críticos de toda a missão, somente comparável em risco aos 8 minutos iniciais do lançamento.

Durante a re-entrada, a temperatura do corpo da espaçonave atinge mais de 1500 graus Celsius. Este calor é isolado por milhares de pequenas placas de cerâmica e sílica, que revestem a parte inferior do ônibus espacial. O nariz e bordos de ataque da nave são protegidos de forma mais cuidadosa, já que produzem maior atrito e consequentemente mais calor. Cada placa de cerâmica é única e numerada e não pode ser substituída por outra que não seja sua réplica.

A elevada temperatura causada pelo atrito aquece os gases ao redor da espaçonave e os incandesce. Esse fenômeno é conhecido como plasma e ocorre devido à ionização das partículas dos gases. A ionização bloqueia a propagação das ondas de rádio e impede a transmissão de dados e comunicações de voz entre a nave e o centro de controle da missão. Esse momento é conhecido como rádio-blackout.

O processo de-orbital e a reentrada da Atlantis será transmitido ao vivo pelo Apolochannel, que retransmite a Nasa-TV.


Foto: Astronauta e especialista da missão STS-125, Mike Massimino, olha pela janela da cabine do ônibus espacial Atlantis. Crédito: Nasa.








Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O segredo em negócios é saber alguma coisa que mais ninguém sabe." - Aristóteles Onassis