Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Exploração Espacial
Terça-feira, 14 out 2008 - 10h46

Sonda Cassini registra tempestade gigante em Saturno

É difícil encontrar alguém que não se encante ao ver Saturno pela primeira vez ao telescópio. Observar aquele planeta ligeiramente colorido, com múltiplos anéis à sua volta é de tirar o fôlego de qualquer um. É como naquela antiga propaganda: "o primeiro saturno a gente nunca esquece".

Ciclone polar em SaturnoAqui da Terra, à primeira vista Saturno parece um local calmo e inatingível, atualmente a 1.5 bilhões de quilômetros, mas essa aparente tranqüilidade dá lugar a um agitado sistema quando estudado um pouco mais a fundo e se transforma em um gigantesco furacão polar quando analisado através de sondas interplanetárias. E a imagem ao lado não deixa dúvidas.

A animação mostra um gigantesco ciclone em atividade no pólo norte de Saturno e foi captada pelos instrumentos a bordo da sonda américo-européia Cassini, a uma distância entre 224 mil e 422 mil km do planeta.

A cena está centrada sobre o pólo norte e mostra os anéis de nuvens vistos através do comprimento de onda do infravermelho-próximo, de 5 mícrons, um tom do vermelho sete vezes mais profundo daquele que o olho humano é capaz de enxergar.


Gigantesca Tempestade
Normalmente, o brilho de Saturno ilumina por baixo as nuvens mais profundas. Isso faz com que sejam vistas como silhuetas contra o fundo iluminado. Nestas cenas, no entanto, o contraste da imagem foi invertido e mostra as nuvens, em sua maioria compostas de amônia, em tons claros, dando a impressão que estão refletindo a luz solar.

Pela seqüência mostrada é possível verificar que a tormenta está encerrada no interior de um sistema em forma de hexágono e de acordo com especialistas da Universidade do Arizona, que analisaram os dados do instrumento, seus ventos sustentados atingem a impressionante marca de 530 km por hora.


Animação: Ciclone polar em Saturno captado no dia 15 de junho de 2008 pela sonda Phoenix. Clique para ampliar. Crédito: NASA/JPL/University of Arizona







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates