Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Espaço - Estação Espacial
Quinta-feira, 15 jul 2010 - 08h12

Endeavour levará detector de US$ 1,5 bi em última missão à ISS

O ônibus espacial Endeavour que deveria se aposentar este ano vai ganhar mais alguns meses de trabalho. A agência espacial americana (Nasa) remarcou a última missão do Endeavour para o dia 26 de fevereiro de 2011. O futuro voo levará um detector de partículas chamado Espectrômetro Magnético Alfa, de US$ 1,5 bilhão (ou aproximadamente R$ 2,6 bilhões), rumo à Estação Espacial Internacional (ISS). A missão de despedida será a 134ª da história espacial da nave Endeavour.

Tanque externo de Combustível do ônibus espacial
Clique para ampliar

O aparelho científico está em reforma na Europa e por isso ainda não está pronto para ser levado ao espaço, o que justificaria o adiamento da missão da nave Endeavour.

A agência americana já tirou de circulação o ônibus espacial Atlantis que realizou sua missão de encerramento no final do mês de maio deste ano. A nave colocou 14 satélites em órbita e percorreu mais de 186 milhões de quilômetros em 25 anos.

Antes da Endeavour, será a vez da Discovery realizar seu último voo transferido de setembro para o dia primeiro de novembro.


Novo Plano
A Nasa pretendia aposentar toda sua frota de ônibus espaciais até o final de 2010, mas conseguiu adiar essa decisão por alguns meses através da liberação de uma verba no valor de US$ 600 milhões pelo Congresso norte-americano. A própria agência espacial também conseguiu reduzir em US$ 200 milhões o custo mensal com sua frota espacial.

Ao divulgar o novo plano para os próximos meses, a Nasa não descartou ainda a possibilidade de um terceiro e último voo até o mês de agosto de 2011. Para o ano que vem o orçamento precisará ser revisto. Mais meses na ativa vão significar na prática mais US$ 200 milhões mensais.

Até que o encerramento da frota atual seja definitivo, o ônibus Atlantis, mesmo fora de operação, ficará preparado para lançamentos como uma nave de apoio para um eventual resgate de tripulantes da Endeavour.

O governo americano quer que a Nasa se dedique ao desenvolvimento de tecnologias para metas de longo prazo. As viagens à Estação Espacial ficariam nas mãos de empresas comerciais, como a Space X que testou com sucesso seu foguete Falcon 9 no mês passado, ou até segunda ordem nas mãos dos russos e de suas naves espaciais.


Foto: Tanque externo de combustível dos ônibus espaciaisl Endeavour é transportado no Centro Espacial Kennedy, na Flórida. O voo de encerramento da nave estava marcado para novembro, mas foi adiado pela para fevereiro de 2011. A missão irá levar um detector de partículas de US$ 15, bilhões à Estação Espacial Internacional. Crédito: Nasa.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire