Espaço para Todos: Ciência e tecnologia na fronteira do espaço

Diariamente o Apolo11.com mostra novidades na área espacial, geralmente ligadas à Nasa, ESA, ou outras agências científicas abertas, que normalmente fazem questão que seus projetos sejam divulgados. São foguetes em testes, robôs em Marte, experimentos automáticos e uma série de outras tarefas que fazem qualquer país menos desenvolvido apenas sonhar.



Foi pensando nisso que o Apolo11.com resolveu colocar em prática um projeto que há anos nos fascina: o envio de instrumentos, com recursos próprios, próximos ao espaço. Naturalmente não se trata de enviar sondas à Marte ou lançar foguetes em bases sofisticadas. Trata-se de produzir tecnologia e gerar conhecimentos que permitam, com poucos recursos, um contato mais próximo com algo que sempre comentamos e divulgamos, mas que nunca experimentamos.


{Estamos lançando o Projeto Espaço para Todos!}
O objetivo do projeto é o lançamento de uma série de balões científicos de grande altitude, dotados de múltiplos sensores, equipamentos de fotografia e telemetria, comandados através de pequenos computadores de bordo desenvolvidos pelo próprio Apolo11 ou parceiros. Os lançamentos serão feitos em etapas de complexidade gradual, culminando com o envio de instrumentos a 33 mil metros de altitude, na fronteira do espaço.

Espaço Para Todos, ou EPT, é um projeto multidisciplinar, que envolve diversos ramos do conhecimento, entre eles meteorologia, radioamadorismo, eletrônica, mecatrônica, geografia, matemática, ciências e aventura. Como o próprio nome diz, “Espaço para Todos” permite a participação, ativa ou não, de pessoas e escolas, que poderão contribuir com idéias, projetos, captação dos sinais de telemetria e recuperação da carga útil, entre outros.

“O lançamento de balões científicos é uma atividade comum em diversas escolas dos EUA e Europa. Nossa idéia é mostrar que atingir e sondar a fronteira do espaço não é algo que só as grandes agências espaciais podem e conseguem fazer. Nós também podemos”, diz Rogério Leite, diretor do Apolo11.com e idealizador do projeto. “Estamos muito confiantes. Algumas escolas norte-americanas enviam ao espaço instrumentos tão sofisticados que impressionam até mesmo os cientistas da Nasa. Nosso projeto não chega a tanto, mas é um começo”, completa Leite.


{Onde é a fronteira do espaço?}
Não existe um consenso sobre onde fica exatamente a região fronteiriça entre o espaço e o “não-espaço”, já que as camadas da atmosfera não têm limites físicos e não podem ser vistas. No entanto, diversos fatores impedem a sondagem acima de 50 mil metros de altitude e muitos cientistas consideram essa altitude como “próxima ao espaço”. Essa região é conhecida como estratosfera e é até lá que nossos instrumentos científicos serão enviados.



IMAGENS DE SATÉLITES !    Clique e conheça nosso Vídeo Workshop de sensoriamento remoto e imagens meteorológicas.
Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2001 - 2018
Política de Privacidade