Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Meio Ambiente
Quinta-feira, 25 jun 2009 - 11h21

Novo relatório do INPE aponta perda de 124 km² de floresta em maio

O desmatamento na Amazônia em maio deste ano registrou uma queda de 89% na comparação com o mesmo período em 2008. Foi o que apontou o último relatório do Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real divulgado nesta quarta-feira (24) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Ainda assim, foram devastados 123,7 km² da floresta, o equivalente a sete vezes o território da Ilha de Fernando de Noronha (PE).
O Estado que apresentou maior área desmatada foi Mato Grosso com 61,2 km², cerca de 50% do total destruído.

O Inpe explica que a pequena quantidade de nuvens sobre Mato Grosso durante as medições pode ter colocado o Estado no topo do ranking de desmatamento. Nos outros Estados que englobam a Amazônia Legal, a maior nebulosidade dificultou a coleta de dados.

Segundo o relatório do Instituto, Amapá, Pará, Amazonas e o Acre não puderam ser monitorados de maneira adequada devido o alto índice de cobertura de nuvens no período. Atrás do Estado de Mato Grosso, Roraima e o Maranhão lideram o ranking de desmatamento em maio deste ano.

A medição considera as áreas que sofreram desmatamento por completo e as que estão em degradação progressiva.


Foto: No topo, áreas coloridas mostra áreas cobertas por nuvens e que não foram observadas durante o mês de maio. Acima, gráfico mostra a distribuição das áreas desmatadas, com destaque para o Estado de Mato Grosso. Crédito: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates