Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Ao contrário de julho, agosto começa com muito fogo em RO

Notícia enviada em 07/08/2007
por Daniel Panobianco - Vilhena/RO
Como se não bastasse elogiar os dados, positivos por sinal, do número de queimadas registradas durante o mês de julho, o mesmo não pode ser dito desses sete primeiros dias de agosto. A quantidade de queimadas registradas na primeira semana quadruplicou, com relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do INPE.

Esses mesmos dados chegaram a marcar nesta terça-feira, mais de 100 focos de queimadas apenas no território rondoniense, com maior quantidade nas regiões de Vilhena e Buritis. Devido a forte massa de ar seco e quente que atua no centro do País e a baixa umidade relativa do ar, aliada a falta de ventos fortes nos altos níveis da atmosfera, a intensa fumaça das queimadas já se faz presente em todo o Estado, mantendo as tardes totalmente nubladas com muita poluição, o que dificulta a visibilidade aérea, rodoviária e fluvial.

Quando a fumaça é muito critica, até aeroportos são fechados para pousos e decolagens, como todo ano acontece em meados de agosto e setembro nas principais pistas do Estado. No ano passado, por exemplo, o aeroporto internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira, ficou por três dias com visibilidade parcial restrita a menos de 500 metros, o que impediu pousos e decolagens na capital de Rondônia.

Nesta terça-feira, o aeroporto José Coleto em Ji-Paraná, por pouco não teve que interromper suas operações, devido à falta de visibilidade horizontal na pista. A intensa fumaça das queimadas também aumenta e muito, o número de pessoas nos hospitais e pronto-socorros de todas as cidades. Muitas pessoas, principalmente crianças e idosos sentem no corpo os efeitos do ar totalmente poluído. É nesse período do ano, que a procura de internações, de pessoas com problemas respiratórios aumenta em até 70%, segundo dados da SESAU (Secretaria Estadual de Saúde).

Os gastos com medicamentos, antes fossem aplicados em benfeitorias como asfaltamento de ruas e avenidas e até mesmo no combate as queimadas ilegais, agora não estariam sendo usados para manter cada vez mais pessoas nos leitos dos hospitais.

Mesmo com a atuação rígida do governo do Estado, através da SEDAM (Secretaria de Desenvolvimento Ambiental de Rondônia), em parceria com IBAMA e FUNASA, a queima nesse momento acontece de forma acidental, ou seja, sem a intenção do proprietário da terra em colocar fogo para a renovação de pastagem ou para a derrubada da própria mata. Os focos e os locais observados pelos satélites, mostram que grande parte começa a partir de rodovias e lugares onde o trabalho com fogo se faz presente.

Esta aí a conscientização de que colocar fogo na mata, desde uma pequena ponta de cigarro às margens de uma rodovia, ou até mesmo por dano acidental, pode resultar em incêndios de grandes proporções como os que vemos agora. Pelo calendário estipulado pelo próprio IBAMA, queimada em Rondônia só está liberada da forma legal, após o dia 15 de setembro, mas todos os anos, a imagem que antecede a data ainda mostra de que temos muito que aprender no controle e aproveitamento sustentável do meio ambiente.

Dados: CPTEC/INPE – SESAU – IBAMA – FUNASA

Daniel Panobianco enviou 86 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A guerra é mais difícil de começar do que de acabar." - Salústio - historiador - 86-35 a.C