Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Ar frio paira sobre Rondônia

Notícia enviada em 12/07/2007
por Daniel Panobianco - Vilhena/RO
O vilhenense acordou hoje pensando estar sob efeito do frio em terras no Sul do Brasil. Os dados do sexto fenômeno da friagem de 2007 surpreenderam até mesmo muitos meteorologistas que, com base em dados dos modelos numéricos, não acreditavam na potência dessa onda polar em latitudes menores. Esfriou além do previsto e imaginado por muito modelo computadorizado.

Logo na noite de ontem, quando o relógio marcava 20 horas, a temperatura na cidade mais fria da Região Norte do Brasil já indicava o que a madrugada iria proporcionar. Os dados do aeroporto registraram apenas 15°C de temperatura, mas o vento proporcionou uma maior sensação de frio de quase 10°C. Segue abaixo a plotagem do aeroporto Brigadeiro Camarão em Vilhena:

Indicador de Localidade: SBVH

Data: 12 de Julho de 2007.

Hora: 00:00 (UTC).

Temperatura: 15ºC

Vento (Norte Geográfico):

Direção: 220º

Velocidade em KT (nós): 08

Velocidade em km/h: 14,82

Visibilidade Horizontal Predominante: Igual ou acima de 10000 metros

Condições Gerais do Tempo: Céu sem restrições operacionais para aviação.

Três horas depois, a plotagem indicava uma queda de dois graus nos termômetros marcando apenas 13°C, como mostram os dados:

Indicador de Localidade: SBVH

Data: 12 de Julho de 2007.

Hora: 03:00 (UTC).

Temperatura: 13ºC

Vento (Norte Geográfico):

Direção: 200º

Velocidade em KT (nós): 06

Velocidade em km/h: 11,11

Visibilidade Horizontal Predominante: Igual ou acima de 10000 metros

Condições Gerais do Tempo: Céu com nuvens esparsas.

Nas ruas da cidade, muitas pessoas andavam abarrotadas com roupas mais pesadas. Se bem que quem reside em Vilhena trás consigo o traje sulino. Muita gente, diga-se de passagem, os mais abusados estava com touca e o famoso ponche gaúcho no corpo andando pelas avenidas da cidade. Em menos de 48 horas de frio no sul do Estado, a economia de energia elétrica chegou a mais de 40%, segundo a CERON (Centrais Elétricas de Rondônia), isso em virtude dos montantes de aparelhos de ar-condicionado que estiveram desligados durante todo o dia. Ainda porque a friagem entrou seca. Se houvesse umidade suficiente para a formação de nuvens, a sensação nas pessoas e não nos termômetros seria de muito mais frio.

A queda de temperatura foi perceptível em outras cidades tradicionalmente mais quentes, como Cacoal, Rolim de Moura e Ji-Paraná. O ar gelado da noite aliado aos ventos fortes tirou muita gente acostumada a tomar a “fresca” da noite nas praças da cidade. Durante a madrugada fez frio atípico em solo jiparanaense, apenas 13°C de mínima.

Em Vilhena, o dia começou com frio de deixar qualquer um na cama. Mesmo sendo mais “acostumados” com as temperaturas baixas do que o restante da população de Rondônia, os vilhenenses viram os termômetros marcarem apenas 11°C às 06h20min (Hora local) no aeroporto da cidade, como confirma o código de plotagem:

Indicador de Localidade: SBVH

Data: 12 de Julho de 2007.

Hora: 10:10 (UTC).

Temperatura: 11ºC

Vento (Norte Geográfico):

Direção: 120º

Velocidade em KT (nós): 04

Velocidade em km/h: 07,41

Visibilidade Horizontal Predominante: Igual ou acima de 10000 metros

Condições Gerais do Tempo: Céu sem restrições operacionais para aviação.

Frio mais intenso, por estar em maior altitude e mais próxima da calha do rio Guaporé, a estação da EMBRAPA/Soja colheu apenas 10,7°C de mínima.

Esse valor tão baixo de temperatura durante o mês de julho, só não é menor do que o da intensa friagem registrada no dia 19 de julho de 2005. Na ocasião, o recorde de frio em solo rondoniense - também pertencente à cidade de Vilhena - foi apenas 08,7°C, no aeroporto local. Essa é a menor temperatura mínima registrada na cidade em mês de julho desde 2000, também fazendo uma comparação com os dados da EMBRAPA/Soja. Em 10 de maio desse ano, a cidade registrou apenas 09°C no aeroporto local e 09,5°C na estação do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia).

Daniel Panobianco enviou 86 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A guerra nada mais é que a continuação da política por outros meios" - Karl von Clausewitz