Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Capital e Litoral: temporais com causas diferentes!

Notícia enviada em 27/02/2013
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
As já chuvas torrenciais de primavera/verão na capital paulista, geralmente tem como causa principal o levantamento do ar aquecido às camadas mais altas, onde formar-se-ão nuvens convectivas de grande desenvolvimento vertical - as cúmulos-nimbos (CBs), fator esse potencializado pelas ilhas de calor urbanas que mantêm um gradiente e um acréscimo de temperaturas em relação às áreas mais afastadas do centro e arborizadas (quando há).

Em relação ao litoral paulista (Baixada Santista, nesta análise),não raras vezes quando chove forte na capital no verão, sequer uma chuva leve cai... Não que não haja ilhas de calor, pelo contrário, em Santos, na parte insular onde se concentra quase toda a área urbana, o espaço é muito apertado, com altíssima densidade populacional, tanto é que a cidade sede das Baixada Santista, é considerada a cidade mais verticalizada do país e com o maior número de veículos por pessoa, superando até a capital nesse quesito. Então, um dos amenizantes do rigor dos temporais e afastamento dos mesmos, é sem dúvidas, a ação da brisa marinha, que chega a dissipar células convectivas de trovoadas... Mas, quando se trata de entradas de frentes frias no verão, ainda mais com massa de ar quente extensa e ostensiva no litoral, o choque provoca tipos de explosões na atmosfera, formando temporais violentos, caso de sexta-feira passada, dia 22 de fevereiro, quando Cubatão por suas características geográficas e topográficas e de ocupação do solo (proximidade da Serra do Mar, muitos manguezais, rios de água doce e salobra e bairros situados na encosta de morros e Serra do Mar), foi violentamente atingida, lembrando de certa forma, as catástrofes da Serra Fluminense em anos passados... Nunca houve deslizamento ou escorregamentos de massa nos cortes de morros e serras na Rodovia dos Imigrantes. Havia sim até fins dos anos 1970, muitos escorregamentos por conta de chuvas fortes e por vezes contínuas, na Rodovia Anchieta, mais antiga e dotada de menos recursos de proteção rodoviária.

E ontem, desde o meio da tarde e depois no início da noite (26 de fevereiro), mais chuvas fortes e transtornantes desabaram sobre a região da Baixada. Causa principal? Advinhe: outra frente fria cuja cunha fez forte e rápido levantamento do ar quente, gerando muitas nuvens convectivas e chuvas volumosa. O efeito da frente teve mais uma vez a potencialização gerada pelo pelo padrão termodinâmico (calor intenso e umidade).

O pluviômetro da minha estação, registrou desde as 03 horas da tarde de ontem até meia-noite, o volume expressivo de 57 milímetros, porém nada comparável aos 95 milímetros registrados pela Defesa Civil no Guarujá no mesmo dia!

A máxima de ontem em Santos, na minha estação, atingiu os 36,6ºC. Registre-se o fato de ter havido notável incidência de raios na Baixada Santista, fato esse que venho alertando desde dezembro de 2012: tem havido neste verão, elevados índices de convecção, com alta densidade de incidência de descargas elétricas da atmosfera... (veja mais em https://apolo11.com/minhanoticia.php?noticia=Raios_adensamento_urbano_com_muitos_edificios_altos_pode_ser_um_fator&posic=dat_20121223-051447.inc)

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Qualquer coisa é importante, desde que a julguemos importante" - William Tames