Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Circulação de umidade marítima na última semana de 2011 em Santa Catarina

Notícia enviada em 29/12/2011
por Paulo R.H - /SC
A frente fria se afastou para alto mar ao longo do último fim de semana natalino. No entanto, o anticiclone pós frontal (letra A) com pressão central de 1024 hPa se posicionou também no oceano próximo da costa do Sul do Brasil, ao mesmo tempo que um sistema de baixa pressão com 1012 hPa estava na área oceânica (letra B). A diferença de pressão entre os dois sistemas, provocaram advecção de umidade marítima para o estado através dos ventos de sudeste a leste. Na figura de análise de ventos abaixo, temos essa situação.

As cores na figura representam o relevo catarinense, sendo que quanto mais próximo do vermelho, mais alta é a altitude. Note que o relevo acima de 200m (cor verde) cobre áreas bem próximas do litoral, o que faz com que os ventos de sudeste úmidos já encontrem barreiras físicas logo de início. Essa condição faz com que esse ar frio e úmido tenha que se elevar para transpor as montanhas, condensando o vapor d',água e assim gerando nuvens, as chamadas nuvens orográficas. Como a camada úmida ia até aproximadamente 3km de altitude, além de observações por imagens de satélite no canal visível, é possível notar que houve formação das chamadas nuvens Nimbostratus. Para tal formação, que necessita de um leve movimento mais ascendente, teve associado a circulação marítima o Jato Subtropical (ventos fortes na alta troposfera da zona subtropical).

Segundo dados de estações meteorológicas do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) e CIRAM (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina), os maiores valores de chuva entre a terça e ontem foram de 30,2mm em Itapoá, 26,7mm em Rio do Sul, 24,4mm em Jacinto Machado, 22,2mm em Florianópolis e 20mm em Timbé do Sul. No oeste, o vento úmid marítimo chegou seco e assim determinou tempo bom, sendo que a estiagem por lá já deixou 19 cidades em situação de emergência.

DADOS USADOS PARA A POSTAGEM: INMET, EPAGRI-CIRAM, CEOPS, DEFESA CIVIL.

Paulo Ricardo Hames - Técnico em Meteorologia

Paulo R.H enviou 3 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Ninguém promete tanto quanto quem não pretende cumprir" - Francisco de Quevedo