Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Erupção submarina em El Hierro, foi a imagem do ano em 2012!!!

Notícia enviada em 11/04/2013
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Uma imagem da erupção submarina em El Hierro no arquipélago das Canárias, costa noroeste da África, ao largo do Marrocos, pertencente à Espanha, foi eleita pelos internautas como a melhor registrada pelo Observatório da Terra (da NASA) em 2012.

A fotografia da ilha, isenta de falsas cores, foi obtida em 10 de Fevereiro de 2012, quatro meses após o início de intensa atividade vulcânica, e mostra o local da erupção, nas proximidades da comunidade de pescadores de La Restinga. Naquela época, temendo as substâncias tóxicas emanadas pelas fendas da crosta, os pescadores locais suspenderam as atividades pesqueiras até uma purificação natural das águas.

O tom ciano brilhante da imagem anexa, revela alta concentração de material vulcânico, enquanto o ponto de tom escuro mostra o local onde ocorreu a erupção mais intensa.

Tal erupção ocorreu em 10 de Outubro de 2011, dois dias após o registro de um sismo de 4,3 na escala Richter....

Saliento o fato acontecido em 25 de março deste ano, quando mais de 800 tremores atingiram a ilha vulcânica de El Hierro. Um dos tremores atingiu magnitude 4,1 na escala Richter neste dia.

Também chamo à atenção que neste mesmo arquipélago das Canárias, encontra-se o vulcão Cumbre Vieja, pois na Ilha de Las Palmas, existe uma falha geológica, justamente onde está situado o Cumbre Vieja. Segundo um modelo, caso ele entre em erupção, parte da ilha poderia ceder, deslocando grandes quantidades de terra para o oceano e assim formando um vagalhão, que poderia chegar à região do Caribe, costa leste dos Estados Unidos, costa espanhola e portuguesa, Marrocios e até ao nordeste brasileiro.

De acordo com o geofísico Alberto Brum Novais, da Universidade Federal da Bahia, não é possível prever quando isto poderia acontecer, mas o evento, criaria ondas de 500 km de extensão e 30 metros de altura.

“A ocorrência do maremoto vai depender do nível de erupção da região da ilha de Las Palmas”, disse Novais, que ressalta que o vulcão vem sendo monitorado há muitos anos. “Também não dá para ter uma previsão se o El Hierro vai influenciar o Cumbre Vieja”, completou. Novais lembra que o terremoto, que destruiu Lisboa em 1775, tem relação direta com o Cumbre Vieja. Naquela ocasião, muitos portugueses sucumbiram não exatamente pelo terremoto em si, mas sobretudo pelo maremoto, pois procuraram sobrevivência lançando-se ao mar, de onde veio mesmo de fato, a destruição!!!! Mas, esta hipótese não é partilhada por todos os cientistas, cumpre ressaltar!

Esta região das Canárias assenta-se sobre a Cadeia Meso-Atlântica, ou Dorsal Meso-atlântica (por lembrar o aspecto de uma coluna vertebral) que consiste em um conjunto de montanhas que ficam abaixo do nível do mar. Estas montanhas originaram-se do afastamento das placas tectônicas Africana e Sul-americana e formam o maior agrupamento de montanhas do mundo, chegando a 65.000 quilômetros de extensão. Tamanha é sua área que, caso não estivesse abaixo no nível do mar, seria um dos maiores fenômenos naturais vistos do espaço. Em alguns pontos do oceano é possível observar elevações da dorsal Meso-atlântica que formam ilhas. Entre os locais destas elevações encontram-se a Islândia, Açores, Ilha de Ascensão e Ilha do Pico, onde está localizada a Ponta do Pico, que é a parte mais alta da dorsal com 2.351 metros de altitude. Além destas, outras ilhas que tem sua formação na dorsal Meso-atlântica são: Jan Mayen, Kolbeinsey, Bermuda, Penedos de São Pedro e São Paulo, Ilha de Santa Helena, Ilha de Tristão da Cunha, Ilha de Gonçalo Álvares e Ilha de Bouvet.

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A medida que se depravam os costumes, multiplicam-se as leis" - Macróbio, século V