Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Igreja Católica persevera na ciência!

Notícia enviada em 02/04/2013
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Pode até parecer estranho, mas, sim, a Igreja Católica também se dedica às atividades científicas, especialmente as astronômicas e astrofísicas!

A Santa Sé, desde 1578, por ocasião da construção no Vaticano da chamada Torre dos Ventos, pelo Papa Gregório XIII, quando este convidou os padres jesuítas astrônomos e matemáticos do Colégio Romano a preparar a reforma do calendário, que foi promulgada em 1582, fundou com o apoio do papado, três observatórios astronômicos: Colégio Romano (1774-1878), já mencionado, Capitólio (1827-1870) e Specola Vaticana (1789-1821). Foi na continuidade desta tradição e em resposta às acusações dirigidas contra a Igreja de ser contrária ao progresso científico, que o Papa Leão XIII refundou, em 1891, o Observatório do Vaticano, localizado num monte a cerca de 25 Km a sudeste de Roma.

É nesse monte, que por 70 anos, o Observatório do Vaticano esteve alojado no interior de Castel Gandolfo, o palácio-residência de férias dos pontífices. Em cada andar era guardada uma parte dos materiais e documentos. De acordo com o diretor do Observatório, o padre argentino José Funes,De acordo com o diretor do Observatório, padre argentino José Funes, ",o problema do espaço se tornou urgente",. Esse singular espaço de pesquisa científica, é mantido por sacerdotes especialmente jesuítas, ordem que tem por tradição, a missão de estudos, ensino e pesquisa científica...

Dentre os instrumentos (telescópios) utilizados no Observatório do Vaticano, destacam-se: um telescópio refrator Zeiss, de diâmetro 40 cm e distância focal 600 cm, f/15 (relação focal), próprio para observação planetária, um astrógrafo (telescópio para astrofotografia) de 60 cm de diâmetro e distância focal de 240 cm, um outro astrógrafo de 33 cm de diâmetro e distância focal de 343 cm, um telescópio Schmidt, tipo de instrumento conhecido por câmera Schmidt, por que é próprio para fotografia astronômica, de diâmetro 98 cm e distância focal 240 cm, o que dá uma relação focal de apenas f/2,5, extremamente luminoso, excelente para fotografia de objetos ",deep sky",, ou seja, astros de luz muito fraca e baixo contrafre, tais como nebulosas e galáxias, finalmente um telescópio de diâmetro de 1.8-m e f/1, o maior deles todos, que aliás, não está instalado em Castelgandolfo e sim, no Arizona, nos Estados Unidos. Motivo: com a expansão da cidade de Roma, as luzes artificiais foram ganhando espaço, não somente iluminando as vias públicas, mas tambédm o céu noturno, o que fez a instalação deste instrumento ser num local que é dos mais privilegiados do mundo, por ter clima seco, elevada altitude e estar longe das luzes ofuscantes das cidades...

Este telescópio é denominado Vatican Advanced Technology Telescope (Telescópio de Tecnologia Avançada do Vaticano) e tem sua origem a partir de 1981, quando foi undado um segundo centro de pesquisa no Arizona, mais precisamente em Tucson.

A parceria com o Observatório Steward, da Universidade do Arizona, possibilita o acesso dos astrônomos do Vaticano a todos os telescópios geridos por aquela instituição. Os dois institutos terminaram em 1993 a construção do já referido Telescópio de Tecnologia Avançada do Vaticano - a primeira etapa de um projeto que prevê a edificação de alguns dos maiores e mais sofisticados equipamentos astronômicos do mundo. O Observatório considera que o sítio deste instrumento, no Monte Graham, é um dos melhores dos Estados Unidos, em termos de clima, por exemplo....

Monte Graham está localizado no sudeste do Arizona na Montanhas Pinaleno na Floresta Nacional de Coronado. A altitude máxima é de 3.267 metros!

Os jesuítas pesquisadores do Observatório do Vaticano, tanto em Castengandolfo na Itália, quanto em Monte Graham, no Arizona, geralmente possuem titulação de doutores a pós-doutores em Astrofísica.

Maiores detalhes em: http://vaticanobservatory.org.

Foto anexa: Castelgandolfo, mostrando cúpulas do Observatório.

.

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Como os políticos jamais acreditam no que dizem, costumam ficar surpresos quando os outros acreditam" - Charles de Gaulle