Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Lua, Frankenstorm, Titanic e Ponta da Praia

Notícia enviada em 04/11/2012
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Salientando que a fase de Lua Cheia foi também um fator para o agravamento das marés durante a passagem estrondosa do furacão Sandy - que passou a denominar-se tempestade extratropical ao atingir a costa dos estados americanos de New Jersey e New York - lembro aqui o estudo feito por dois astrônomos da Universidade Estadual do Texas publicado em matéria na famosa revista Sky & Telescope de abril deste ano, justamente por ocasião do centenário do naufrágio titânico do Titanic, em 14 de Abril de 1912.

Já que o famoso transatlântico esteve nesse fatídico dia em curso de colisão com um iceberg de dimensões anômalas para aquela latitude (Terra Nova - Canadá), considerando o alto padrão de qualidade e confiabilidade de sua construção, mais a larga experiência de seu comandante, o capitão Edward Smith, de navegação por aquelas águas, a pesquisa ressalta um raro alinhamento do Sol e da Lua ocorrido cerca de quatro meses antes da submersão e uma aproximação maior entre Terra e Lua em 1400 anos, como as causas de marés mais altas que teriam sido capazes de empurrar icebergs maiores do norte ao local do acidente, mais ao sul.

No estudo, os astrônomos procuraram determinar se marés mais cheias tinham aumentado os desprendimentos de icebergs na Groenlândia, que é o local de origem da maioria dos icebergs daquela região do Atlântico.

No entanto, o estudo demonstrou que para alcançar a rota de navegação do Titanic em Abril de 1912, os icebergs desprendidos das geleiras da Groenlândia em janeiro deveriam ter se deslocado muito rapidamente e em sentido contrário às correntes marinhas.

Em condições normais os icebergs encalhariam nas águas relativamente rasas da costa canadense entre Terra Nova e Labrador e assim permaneceriam naquela área por tempo suficiente para voltar a ter condição de flutuação, ou então seriam movimentados por marés altas.

É por "essas e outras" que não podemos jamais subestimar as leis e forças do universo, afinal a ciência é capaz de responder a milhões de questões, mas por outro lado ainda é incapaz de responder a outros milhões!

Não temos, por melhor que sejam nossas pesquisas acadêmicas de ponta, alavancadas e alimentadas por supercomputadores, domínio do conhecimento das leis e forças naturais. Se tivéssemos, não poderia o capitão Edward Smith e os construtores do legendário Titanic terem sido alertados da possibilidade do navio cruzar a rota de icebergs de porte fora do normal para aquela latitude?

Agora, em outro "universo", lembro também que as marés altas mais altas e até comuns, as chamadas marés de sizígia, por vezes acabam derrubando muretas e alagando até a entrada de edifícios da orla da Ponta da Praia em Santos, potencializadas por ventos de ciclones extratropicais e também (embora haja controvérsias) por efeitos da dragagem do canal do estuário, para a navegabilidade de embarcações de grande calado.

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Qualquer coisa é importante, desde que a julguemos importante" - William Tames