Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Maringá (PR) registra 14% de Umidade Relativa do Ar

Notícia enviada em 27/08/2010
por Thays - Maringá/PR
Devido a intensa massa de ar quente e seco que atua no nosso país a umidade do ar tem apresentado valores recordes consecutivamente.

Hoje registrei 34ºC como temperatura máxima do ar e o valor mínimo de umidade relativa do ar 14% (ambos às 15h Brasília). Estas condições de tempo podem ser comparadas ao Desero do Saara (onde a umidade relativa raramente ultrapassa os 15%),

Essas condições além de piorarem a qualidade atmosférica, colocam em risco a nossa saúde e provocam um desconforto térmico terrível, pois o ar sendo seco quimicamente ele também fica mais pesado dificultando ainda mais a respiração.

Thays enviou 1 notícia








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Arranja dinheiro antes de mais nada: a virtude virá depois" - Horácio (65 aC)