Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

NASA demonstra desinteresse por planeta Mercúrio

Notícia enviada em 11/06/2013
por Jefersson de Campos - /PR
A NASA (Administração Nacional de Aeronáutica e do Espaço dos Estados Unidos) divulgou no inicio do ano uma foto colorida do planeta Mercúrio. Apesar da divulgação, agencia deixou claro nas entrelinhas de algumas publicações que não tem tanto interesse no planeta conhecido pela sua proximidade do Sol.

A NASA mantém desde março de 2011 uma sonda chamada Messenger na orbita do planeta, sonda está que captou mais de 100 mil fotografias do astro, possibilitando cientistas profissionais ou amadores a analisarem com maior atenção as características de Mercúrio.

Na foto divulgada, as cores não são exatamente as mesmas que seriam observadas por olhos humanos, mas da uma noção das crateras, minerais e elementos químicos presentes no planeta.

Devido sua proximidade com o Sol, a temperatura do planeta pode chegar a mais de 400 graus durante o dia, com isso se torna impossível a existência de seres vivos ou de água. Apesar de se saber que em seu pólo existe uma grande concentração de gelo de água, sendo estimado mais de bilhões de toneladas de gelo de água. Gelo esse que chegou ao planeta através de asteróides e cometas que levam em si varia substancias como o próprio gelo e possíveis microorganismos (caso existam fora da Terra).

",Esse desinteresse por Mercúrio me deixa um pouco chateado. Acho que Mercúrio pode esconder algum segredo interessante sobre a existência da vida ou da formação do universo. Claro que a existência de gelo de água não significa muita coisa, mas o estudo do astro pode mostrar soluções ou outros caminhos para perguntas que ainda estão sem respostas. Por outro lado, essa pode ser a chance de cientistas/pesquisadores amadores se debuxarem sobre as mais de 100 mil fotos do planeta e realizarem suas observações e estudos como: medição de diâmetro e profundidade das crateras analise do solo, etc.", Destacou Jeferson de Campos, colunista do site Portaljnn

http://portaljnn.com/.

Jeferson faz parte de um grupo de estudos que analisam essas fotos de Mercúrio e realizam medições de diâmetro e profundidade de suas crateras.

A NASA diz que dificilmente mandara outra missão de exploração para o planeta, pois o foco principal da comunidade cientifica atualmente é o planeta Marte e a descoberta do Bóson de Higgs que poderá explicar varias coisas sobre o inicio de tudo.

O acelerador de partículas na suíça responsável pelos estudos do Bóson foi desligado e só voltara a funcionar em 2015. Nesse meio tempo, os físicos responsáveis ficaram focados em descobrir se o Bóson descoberto é o simples ou é o mais complexo, caso isso seja confirmado, possivelmente precisara de uma nova física para explicar o funcionamento do universo.

Imagem Anexa: Planeta Mercurio Divulgado pela NASA pelo site g1.com

Jefersson de Campos enviou 1 notícia








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A guerra é mais difícil de começar do que de acabar." - Salústio - historiador - 86-35 a.C