Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Nave espacial Voyager 1 às portas do espaço interestelar!

Notícia enviada em 28/06/2013
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
A sonda Voyager lançada pela NASA em 05 de setembro de 1977, portanto há quase 36 anos no espaço, pesquisando o meio interplanetário, está prestes a abandonar a ",casa da família", (o sistema solar) e finalmente alcançar o misterioso e mais obscuro meio interestelar, quando não estará mais sujeita às influências magnéticas do Sol...

Publicações de artigos novos na Revista Acadêmica Science sugerem que esta sonda espacial não-tripulada, agora mais de 18 bilhões de quilômetros de distância do Sol, confirmam que a Voyager 1 está muito próxima de se tornar o primeiro artefato humano a atingir o meio interestelar.

Como se prova este feito?

Bem, segundo dados destas publicações, a sonda está se acercando do limite da heliosfera (região periférica do Sol, feita a partir do campo magnético solar, preenchida pelo vento solar, cuja fronteira é a heliopausa, sendo que pesquisas desta região com instrumentos a bordo das sondas Pioneer (Pioneer 10 e Pioneer 11) e do Programa Voyager (Voyager 1 e Voyager 2) confirmam que a heliosfera estende-se para além do sistema solar, possivelmente até uma distância de 100 U.A. (unidades astronômicas) a partir do Sol). Quando a voyager 1 atravessar totalmente esta fronteira, sairá definitivamente dos limites físicos do sistema solar para adentrar uma outra realidade - o espaço entre as estrelas...

Os artigos publicados descrevem a recente entrada da sonda em uma região denominada ",auto-estrada magnética",, que ligaria a heliosfera ao espaço interestelar, revelada por dois sinais: um sobre o número de partículas solares carregadas diminuindo drasticamente ao longo do campo magnético solar e outro apontando para uma subida no número de partículas de raios cósmicos adentrando à bolha magnética do Sol.

Porém, ainda falta um terceiro sinal para concluir-se que a Voyager 1 já estaria fora totalmente da influência magnética solar: o magnetômetro da sonda ainda não registrou uma mudança abrupta na direção do campo magnético, como seria de se esperar da nave ao cruzar a fronteira do plasma do Sol para o meio interestelar.

Na verdade, a sonda espacial IBEX (Interstellar Boundary Explorer - Explorador da fronteira interestelar) lançada em 2008, coletou dados durante seis meses, o que já foi suficiente para questionar as teorias atuais sobre a heliosfera, com formato de ",bolha",, como foi descrita acima, formada pelas emanações das partículas do vento solar... É como se esse vento inflasse uma gigantesca bolha no espaço - é essa bolha que se chama heliosfera, mas ao mesmo tempo, o sistema Solar move-se velozmente ao redor do centro da Via Láctea, a nossa galáxia, o que o faz colidir com os ventos interestelares - fluxo de partículas emitidas por outras estrelas.

Em um determinado ponto, que ainda não foi precisamente localizado, o vento solar e o vento interestelar se encontram e aí, a região onde suas pressões se equivalem determinaria a fronteira sistema solar - meio interestelar. Portanto, a forma de ",bolha", pode não ser exatamente essa, pois

à medida que viajamos pela galáxia, encontramos campos magnéticos galáticos oriundos de outras estrelas, o que modificaria o formato da heliosfera. Grosso modo, o processo é semelhante a um barco que cruza as águas de um rio, formando linhas hidrodinâmicas na passagem...

Conclusões: a Voyager 1 está tão distante do Sol, que os sinais de rádio da Nasa demoram 34 horas para ir à sonda e de volta de novo à Terra.outra vez. Mesmo assim, ninguém sabe quanto a Voyager 1 ainda terá que percorrer antes de atravessar a heliopausa e entrar no meio interestelar. “Ainda pode levar vários meses, ou vários anos”, observou Ed Stone, cientista de projetos da Voyager, do Instituto de Tecnologia da Califórnia.

Lembro que a Voyager 1 foi lançada juntamente com outra sonda-gêmea, a Voyager 2. Ambas exploraram as cercanias de Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, antes de embarcarem na sua missão interestelar em 1990.

A Voyager 2 está menos distante do que a Voyager 1: situa-se cerca de 15 bilhões de quilômetros do Sole certamente ainda se encontra na heliosfera!

Esta missão certamente é muito fascinante, pois está traçando os verdadeiros limites do sistema solar, inclusive, trazendo surpresas para os pesquisadores, pois revela que a natureza é muito mais bela e complexa do que nossos modelos matemáticos possam presumir...

Imagens anexas: uma mostra campos magnéticos solares (setas brancas) e interestelares (setas negras) em relação à Voyager 1 (acima) e a Voyager 2 (abaixo) na fronteira da heliosfera.

A outra, revela que a quantidade de partículas de raios cósmicos externos ao sistema solar está aumentando no caso da Voyager 1 (barra laranja), o que indica que esta sonda está prestes a lançar-se para o meio interestelar, enquanto a Voyager 1, por seu magnetômetro detectar ainda mais partículas solares (sistema solar) do que partículas de raios cósmicas externas, mostra que esta sonda ainda está dentro da heliosfera...

Rodolfo Bonafim enviou 940 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Na política, a mentira de ontem é atacada somente para bajular a de hoje" - Jean Rostand