Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Nebulosa será engolida por buraco negro central!

Notícia enviada em 08/04/2013
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Já é praticamente consenso de que a maior parte das galáxias deva ter um buraco negro supermassivo em seus centros.

Isto posto, a Via Láctea, nossa galáxia não escapa disso.

Aliás, fazendo um breve parênteses, buracos negros basicamente falando eram estrelas muito massivas que no estágio final de suas vidas explodiram como supernovas e finalmente se transformando em buracos negros, astros cuja atração gravitacional é tão intensa, que nem a luz com sua espantosa velocidade de 300 000 Km/s consegue escapar, por isso o buraco ser negro!

Mas, afinal, se são negros, como se consegue detectar a existência desses astros tão peculiares?

Bem, por meio de observação ou métodos indiretos. Muitos buracos negros têm objetos girando em torno deles e, observando o comportamento destes objetos, podemos detectar a presença de um buraco negro. Usamos as medidas do movimento dos objetos ao redor de um suposto buraco negro para calcular sua massa.

O que se procura é uma estrela ou disco de gás que se comporte como se estivesse próximo de uma grande massa. Por exemplo, se uma estrela ou disco de gás visível tem um movimento ",vibrante", ou rotatório sem uma razão visível e isso tem um efeito que parece ser causado por um objeto com uma massa maior do que três massas solares (grande demais para ser uma estrela de nêutrons), é possível que um buraco negro esteja causando o movimento. Avalia-se então a massa do buraco negro observando-se o efeito que ele exerce no objeto visível.

Mas, o assunto central deste reporte é sobre a assimilação de uma nebulosa por parte do supermassivo buraco negro central da Via Láctea.

Pois bem, observações recentes feitas pelo Very Large Telescope (VLT) indicam que uma nuvem de gás (nebulosa) vai se aventurar muito perto do buraco negro supermassivo no nosso centro galático.

A nuvem de gás está sendo esticada, devido às intensas forças de maré, aquecida e parte dela deve cair no buraco negro ao longo deste e do próximo ano! Forças de maré já citadas do buraco negro fizeram com que a nuvem se transformasse de uma forma basicamente circular, em 2004, em um objeto fino e alongado em 2012. E enquanto há oito anos a nuvem estava se movendo a 1000 km/s, atualmente ela está com 2500 km/s.

E o buraco negro está prestes a adicionar um pouco mais de massa à sua circunferência, quando engolir essa nuvem em curso de colisão com ele. Cientistas acreditam que o buraco negro levará quase um ano para devorar completamente a nuvem, com o pico de seu ",banquete", ocorrendo por volta de setembro deste ano.

“Essa é a primeira chance que temos de testemunhar um evento assim em quase 40 anos de monitoramento do centro galáctico, então é um privilégio raro”, declarou P. Chris Fragile, astrofísico do College of Charleston que trabalha com simulações computadorizadas da queda da nuvem. O fenômeno, de acordo com ele, “será um dos eventos astronômicos mais cuidadosamente observados da história”.

De fato, desta vez é a grande oportunidade para se observar, estudar e comprovar de vez a existência, o comportamento e as propriedades desse buraco negro central galático, cujas informações poderão ser extrapoladas para outros estados da união....

A título de curiosidade, a direção do centro da Via Láctea coincide com a posição da constelação de Sagitário, tanto é que o buraco negro coincide com a fonte de radiação conhecida por Sagitário A!

Segundo ainda Fragile, “obviamente podemos aprender mais sobre a natureza da nebulosa nuvem, podemos aprender sobre as condições do gás de fundo, e também sobre como o buraco negro no centro de nossa galáxia realmente se alimenta”...

Acredita-se que a nuvem aqueça devido a essas forças de maré e comece a brilhar na faixa dos raios-X, o que vai fazer com que ela seja visível da Terra.

O centro da nossa galáxia está oculto de nós pelas nuvens de gás e poeira, o que faz com que só consigamos observar alguma coisa usando telescópios que trabalham na faixa do raio-X, rádio e infravermelho.

Para efeitos de dimensões e grandezas, acredita-se que a nuvem se aproximará a uma distância de “apenas” 36 horas-luz do buraco negro, ou seja, cerca de 40 bilhões de quilômetros, no meio do ano de 2013!! A nuvem tem apenas três vezes a massa da Terra – “ela é só um lanchinho”, compara Stefan Gillessen, astrônomo do Instituto Max Planck para Física Extraterreste em Garching, na Alemanha.

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Usamos as ideias apenas para justificar nossa maldade, e as palavras para esconder nossas idéias." - Voltaire