Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Nevoeiro de hoje em Santos foi de advecção!!!

Notícia enviada em 14/06/2012
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
O nevoeiro de hoje em Santos e região, que chegou a paralisar a travessia de balsas entre Santos e Guarujá, foi, ao contrário daquele intenso que ocorreu na capital paulista na noite do dia 11 e madrugada do dia 12 desta semana, do tipo de ",radiação",, fruto da perda acentuada de radiação diurna devido ao céu descoberto de nuvens e ao acúmulo de umidade (naquela oportunidade, umidade deixada pelo temporal do dia 11) nas camadas baixas da atmosfera, um nevoeiro de advecção, muito comum no litoral, embora como frisei em reporte anterior a este, o entrechoque, encontro de duas massas de ar distintas - uma aquecida e seca do continente e a outra, úmida e fria do oceano, está acontecendo este ano de forma prematura.

O nevoeiro de hoje na Baixada Santista, foi pois, de advecção, ocorrendo quando ar quente e úmido passa sobre uma superfície fria, resfriando-se por contato e também por mistura com o ar frio que estava sobre a superfície fria, até atingir a saturação. Uma certa quantidade de turbulência é necessária para um maior desenvolvimento do nevoeiro. Assim, ventos entre 10 e 30 km/h são usualmente associados com nevoeiro de advecção. A turbulência não só facilita o resfriamento de uma camada mais profunda de ar, mas também leva o nevoeiro para alturas maiores. De fato, nesta madrugada, ao contrário do nevoeiro de radiação paulistano, sendso uma das causas, o forte resfriamento do ar, o nevoeiro de advecção litorâneo, foi, como comentei acima, principiado por uma camada de ar relativamente aquecida sobre e próxima da superfície do mar ainda resfriada pela altas horas da madrugada, mesmo ressaltando que a temperatura média da superfície marinha no litoral paulista está pelo menos 0,5ºC acima da normal climatológica para a época do ano. Diferentemente dos nevoeiros de radiação, nevoeiros de advecção são persistentes, pois enquanto o Sol logo no início da manhã dissipa o de radiação, a umidade marinha realimenta o de advecção, dificultando desse modo, a abertura do céu na camada nebulosa.

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Um general estúpido é capaz de ganhar batalhas quando o general inimigo é mais estúpido ainda" - B. Shaw