Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Pela quarta vez, friagem paira sobre Rondônia

Notícia enviada em 30/05/2007
por Daniel Panobianco - Ji Paraná/RO
O quarto resfriamento no sul da Amazônia este ano provocou acentuado declínio nas temperaturas, principalmente no sul de Rondônia. Os ventos fortes aumentaram ainda mais a sensação de frio.

Hoje tem muito meteorologista que não vê, não ouve e não fala nada. Os mesmos que julgaram dias atrás que nesta semana o frio iria passar longe do Norte do Brasil, hoje podem constatar que nem toda tecnologia empregada a emaranhados de cálculos matemáticos deve ser aceita com 100% de confiabilidade em dados técnicos. Também devem ter em mente que às vezes o que se aprende na teoria, dentro das faculdades, não condiz com a realidade, com a prática. A quarta friagem do ano de 2007 acontece em Rondônia.

As temperaturas mais uma vez sofreram acentuado declínio nas últimas 24 horas, principalmente no sul e oeste do Estado, regiões de Vilhena e Guajará-Mirim. No Cone Sul, a mesma despencou de 32°C para 22°C em questão de quatro horas. Segundo dados do aeroporto local, Vilhena registrou mínima de 12°C às 06 horas desta quarta-feira. O recorde de frio no mês de maio na cidade ainda pertence ao dia 10, onde os termômetros, pela primeira vez - desde maio de 2000 - registram mínima de apenas um digito, com 09,5°C, segundo o INMET.

O frio também entrou marcante pela calha dos rios Guaporé e Mamoré, na fronteira com a Bolívia. Em Guajará-Mirim, também segundo plotagem do aeroporto local, a temperatura mínima desta quinta-feira foi de apenas 14°C, às 06 horas. Na capital, a queda de temperatura não foi expressiva como nas últimas duas friagens. Segundo dados do aeroporto Governador Jorge Teixeira, às 06 horas, a temperatura chegou a marcar 23°C.

Como a maioria das friagens entra com muito vento e totalmente seca em Rondônia, a preocupação de agora em diante é com relação à propagação dos focos de queimadas. As rajadas de ventos que antecedem toda friagem ajudam a espalhar o fogo que na maioria das vezes atinge áreas de preservação ambiental, sem qualquer aparato das autoridades competentes. E ainda querem monitorar de perto as queimadas em Rondônia. As instituições de pesquisas locais vão detalhar passo a passo onde o fogo está consumindo. E agora cabe uma pergunta: Pra que? Pra que monitorar o que os institutos já fazem se até hoje o que se viu, leu e ouviu foi de que o governo estará atento as queimadas descontroláveis na Amazônia. Mais uma forma de desviar a atenção da população local para a aplicação desnecessária de verba pública. Essa é a verdade.

O que mais chamou a atenção hoje foi acompanhar o noticiário logo pela manhã nas emissoras de rádio, em alguns web jornais e na televisão, os renomados jornalistas clamarem que o frio, mais uma vez pegou todo mundo de surpresa. Essa é mais uma ladainha que pega entre a previsão de tempo e a imprensa local. Sempre, todos são pegos de surpresa.

Dados: CPTEC/INPE – INMET – REDEMET

Daniel Panobianco enviou 86 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Dignidade não consiste em possuir honrarias, mas em merecê-las" - Aristóteles