Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Primavera começa tímida em Santos e região!

Notícia enviada em 25/09/2010
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Antes de mais nada, congratulações ao Diretor deste Portal, Rogério Leite, pelas palavras de incentivo aos colaboradores e aos visitantes, que um dia poderão ser colaboradores também...

Bem, já havia reportado há pouco tempo atrás, que Santos e região em comparação à capital e interior de São Paulo, eram um verdadeiro ",oásis",, uma vez que o secão assolava o continente, registrando na capital níveis de umidade relativa comparáveis aos desertos por dias seguidos, situaçãio que se ",normalizou", há cerca de 15 dias atrás, porém que ainda perdura em parte do centro-oeste, especialmente no estado de Goiás.

A situação microclimática litorânea foi causada pelo entrechoque, encontro de duas massas de ar de características diferentes - uma relativamente fria e úmida, trazida por ventos marinhos e a outra, aquecida e seca, advectada do interior do continente, produzindo nebulosidade baixa, por vezes névoa e até nevoeiro, mormaço e temperaturas amenas, enquanto na capital e interior, elevadas temperaturas e ar muito seco... Em microescala, é um fenômeno a grosso modo, similar àquele produzido na costa chilena, onde o céu permanece nublado por períodos longos, por conta da corrente marinha de Humboldt, oriunda da Antártida, que resfria as águas superficiais do oceano Pacífico. E o entrechoque ainda perdura na região de Santos, embora com menor intensidade, causando neste mês de setembro e início da primavera, dias nublados, mormacentos e amenos. No fundo, este evento serve como dispositivo didático para evidenciar a diferença entre estação climática e estação astronômica, esta marcada pelo rigor da data, no caso da primavera, que iniciou-se no dia deste. Esta observação fica bem clara, quando no começo do outono, os dias ainda são relativamente quentes no litoral, mas em partes do interior, as madrugadas já são bem amenas, acontecendo o oposto no final de agosto e começo de setembro, quando as terras se aquecem mais velozmente do que a água do mar e por conseguinte, as regiões costeiras. Da ",boa e velha", Física básica, sabemos que o calor específico da água é diferente dos componentes do solo - pois a água demora mais para esfriar e mais tempo também para aquecer, só que neste ano, devido à fixação do ",La Niña",, teremos um período de águas frias um pouco mais prolongado, caso do referido entrechoque.

Rodolfo Bonafim enviou 940 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Há pessoas que não levam em conta a realidade, mas em compensação a realidade também não as leva em conta" - Karl Marx