Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Rondônia: Temporal atinge interior na madrugada

Notícia enviada em 18/10/2007
por Daniel Panobianco - Ji-Paraná/RO
O tempo severo voltou ao Estado de Rondônia nas últimas horas. Desde o inicio da madrugada desta quarta-feira, intensas células de convecção profunda provocaram muita chuva com expressiva atividade elétrica (raios) em pontos por demais localizados no interior do Estado. Em algumas cidades houve falta de energia elétrica, devido a constante queda de raios nas PCHs (Pequenas Centrais Elétricas). Apesar da falta de eletricidade, não há informações de vitimas ocasionadas pelos raios.

A primeira célula de tempestade ganhou força pouco depois das 02 horas (local) na região de Buritis, centro-norte do Estado. No interior do município e na divisa com Ariquemes e Alto Paraíso, a chuva apresentou caráter extremo a severo, com precipitação superior a 50 milímetros por hora, assim como confirmam os dados do hidroestimador de precipitação do CPTEC/INPE. Além da grande quantidade de chuva, ventos fortes e muitos raios assolaram a região até às 04 horas ininterruptamente.

Pouco depois das 03h30min, o tempo também fechou por completo na região de Alta Floresta d’ Oeste, centro-oeste rondoniense. A chuva, também extremamente localizada, porém severa, causou alagamentos entre os municípios de Alta Floresta d’ Oeste, Santa Luzia do Oeste e Alto Alegre do Parecis. Nessa tempestade, também foi relatada e comprovada pelos sensores de detecção, grande incidência de raios entre as 03h30min e 04 horas.

Na capital a chuva também caiu, embora com fraca intensidade. Os dados de METAR do aeroporto Governador Jorge Teixeira indicaram por quase 5 horas seguidas, trovoadas na vizinhança. Por muito pouco, a capital de Rondônia não registrou a “tempestade do ano”. Uma intensa célula de convecção profunda esteve presente por duas horas seguidas no sul do Amazonas, entre Porto Velho e Humaitá, com núcleo de mais de 100 km de extensão, cuja precipitação enfocada ultrapassou os 50 mm/h.

Outras trovoadas ocorreram por horas seguidas nas regiões de Cacoal e Ji-Paraná, na divisa com o Estado de Mato Grosso. Entre outubro e novembro, mais da metade das tempestades observadas em Rondônia ocorrem no período da madrugada, sempre acompanhadas de muitos raios e por vezes, ventos fortes e granizo.

Dados: REDEMET – CPTEC/INPE

Daniel Panobianco enviou 86 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Se pudesse receber de volta a taxa de inscrição, eu pediria demissão da raça humana" - Red Allen - comediante