Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Santos - hoje mais quente que Ribeirão Preto

Notícia enviada em 01/10/2014
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Apesar do título, Santos e a Baixada Santista em geral, não têm experimentado os rigores do calor intenso quase continuado (",quebrado em parte por algumas pancadas de chuva por conta de áreas de instabilidades) das últimas semanas no interior paulista, principalmente no norte (Ribeirão Preto e região), noroeste (São José do Rio Preto e Araçatuba), extremo nordeste (Franca e região), oeste (Presidente Prudente e região), centro-oeste (Bauru e região), centro (Araraquara e Região)... Nestas regiões, as temperaturas máximas, por vezes têm chegado à casa dos 37ºC/38ºC.

Mesmo nas regiões mais ao sul do estado em relação às ",tórridas", regiões descritas acima, como as regiões de Campinas e Vale do Paraíba, as máximas têm rondado a casa dos 33ºC e 34ºC, principalmente no Vale, como é o caso da região de São José dos Campos.

Enquanto isso em Santos e região (Baixada Santista), a situação é de amenidade, pois as máximas atingem no máximo a casa entre os 28ºC e 29ºC. É uma situação até normal para a época do ano, esta grande diferença térmica entre o litoral, a capital e o interior paulista, embora as mudanças climáticas locais das grandes cidades (caso das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro) e do desmatamento no interior contribuam consideravelmente para a elevação demasiada da temperatura e redução drástica e dramática da umidade relativa do ar. Na capital e Grande São Paulo, as máximas têm rondado no máximo a casa dos 34ºC, em alguns pontos de extrema atuação das ",ilhas de calor", urbanas, fruto da degradação ambiental e climática da metrópole paulistana, caso dos bairros Freguesia do Ó, Santana e Tremembé.

Santos x cidades tórridas do interior de São Paulo

No momento em que registrei a máxima de 35,1ºC em Santos (estação Amigos da Água), às 13:00, as cidades (no mesmo horário), como Ribeirão Preto estava com 32ºC, São José do Rio Preto, 30ºC, Bauru, 29ºC, Presidente Prudente, 20ºC (a máxima por lá atingiu o 30ºC ao meio-dia, mas registra-se agora pancadas de chuvas. Quanto ao ar, Santos registrou umidade relativa mínima relativamente baixa (35%), mas não atingiu estado de atenção! Este é mais um dado da estação Amigos da Água...

Razões do calor intenso em Santos

A aproximação de nova frente fria, mais massa de ar quente e seca, determinaram o calor intenso desta manhã em Santos, quando ventos do quadrante noroeste do interior do continente atraídos pela baixa pressão local, ao transporem o desnível abrupto da Serra do Mar, sofreram processo de compressão, tornando-se mais aquecidos. Mas agora, às 14:33, com a virada dos ventos para os quadrante oeste e sudoeste, a temperatura abaixa radicalmente para agradáveis 28,5ºC. O ar com essa virada também ficou mais úmido: 44% de umidade relativa.

Rodolfo Bonafim

Diretor Científico da ONG Amigos da Água

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A medida que se depravam os costumes, multiplicam-se as leis" - Macróbio, século V