Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Santos é mais nebulosa do que Guarujá??

Notícia enviada em 11/11/2012
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Santos e Guarujá são cidades muito próximas que compõem a popular Baixada Santista, cuja designação oficial é ",Costa da Mata Atlântica",, pois é neste trecho do litoral brasileiro em que l os paredões da escarpa da Serra do Mar são preponderantes e abruptos e também por que apesar dos desmatamentos desenfreados, ainda é nesta parte do litoral, onde a mata nativa conservou-se relativamente mais. A série de televisão exibida anos atrás por grande emissora brasileira, intitulava-se “A Muralha”, onde contava-se uma parte da história brasileira nessa região do litoral brasileiro, que inclusive foi a partir desta, que rumou-se para o litoral ao norte, para fundar a cidade do Rio de Janeiro....

E historicamente falando, quando os fidalgos portugueses Martim Afonso de Souza e Brás Cubas, respectivamente, fundador de São Vicente, a primeira vila do Brasil e fundador de Santos, demarcaram as terras da Ilha de São Vicente, onde estão assentadas hoje, as cidades de São Vicente e Santos, cogitou-se da possibilidade de se construir uma espécie de cais do porto na ilha vizinha, a de Santo Amaro, onde hoje assenta-se a cidade de Guarujá. Mas, tal possibilidade foi descartada, pois justamente defronte ao canal do estuário, por onde passariam as embarcações oriundas da Europa, a Ilha de Santo Amaro possuía relevo acidentado (e possui) com muitas escarpas, o que dificultaria a carga e a descarga dessas mercadorias. A escolha natural, então, foi a Ilha de São Vicente, pelas suas características geográficas de ",terras e águas abrigadas", (veja a imagem anexa: a Ilha de São Vicente, forma uma baía, ",protegida", pelos contrafortes e penínsulas da Ilha de Santo Amaro a sudeste e pela península do continente, a sudoeste, onde hoje, situa-se a cidade de Praia Grande. Uma escolha, sem dúvidas, importante e sábia, afinal, não só em termos de facilitação das instalações do cais do porto, bem como, em Santos, o porto estaria mais ou menos seguro quanto à invasões de piratas e corsários ingleses e holandeses. É por esta razão, que levantou-se na Ilha de Santo Amaro (Guarujá), um forte defronte ao canal do estuário - a fortaleza da Barra Grande, por exemplo, pois várias outras fortificações foram construídas no litoral em torno de Santos....

Mas, onde vamos chegar com esta preleção histórica e geográfica?

Bem, se a Ilha de São Vicente fica em ",águas abrigadas", e ",protegida", pelas penínsulas do continente a sudoeste (Praia Grande) e da Ilha de Santo Amaro a sudeste (Guarujá), geograficamente, estas penínsulas estendem-se mar adentro em relação a Santos, o que no caso particular do Guarujá, além disso, a escarpa da Serra do Mar, faz um encurvamento que a deixa mais distante da serra em relação as outras cidades da Baixada... Com isto, por conhecimentos básicos da Geografia Física, as nuvens baixas (estratos), muito comuns no litoral, em ocorrências de infiltração marinha, que consiste na circulação de ventos soprados do mar para a costa, adentram as cidades da Baixada Santista, por exemplo, e ao encontrarem o paredão abrupto da Serra, têm dificuldades de ultrapassagem das escarpas da mesma (orografia), surgindo como efeitos, nebulosidade e até por vezes, garoa e chuviscos, devido à ascenção mecânica forçada das nuvens baixas.

Conseqüência imediata: Cubatão, cidade da Costa da Mata Atlântica, conhecida há décadas, infelizmente, pela poluição de seu polo petroquímico, mas que aos poucos foi recuperando sua imagem por meio de medidas despoluentes, (ainda há muito por despoluir) é sem dúvidas, a cidade que por mais tempo encontra-se encoberta por nebulosidade baixa, pois está situada no sopé da Serra do Mar ao norte e ao sul, sudeste e sudoeste, por rios de água salobra, doce e manguezais, formando um belo cenário tropical, à exceção, claro do parque industrial....

No caso do Guarujá, saliento que somente a porção que se projeta mar adentro em relação a Santos, é que tem menor cobertura de nuvens baixas, notadamente na região das praias do Tombo, Astúrias e Pitangueiras. Já as praias do Sangava e do Goes, situam-se apesar da projeção pela península santo-amarense, voltadas mais para o canal do estuário (quase em frente a Santos) e portanto, também recebem maior carga de nuvens baixas.

Por outro lado, ao adentramos a parte interior e norte da Ilha de Santo Amaro, a partir do Centro do Guarujá, rumo ao Distrito de Vicente de Carvalho, onde está a Base Aérea de Santos, a nebulosidade torna-se mais visível, a exemplo de Santos e São Vicente.

Finalmente, deixo claro, que no bairro da Ponta da Praia em Santos, por geograficamente localizar-se mais próxima do canal do estuário e portanto do Guarujá, a nebulosidade é pelo menos um pouco menor em relação ao outros bairros de Santos. Se saímos por exemplo, de um bairro central como o Campo Grande, rumo à Ponta da Praia, num dia onde há infiltração ou circulação marinha, podemos perceber que poderá haver, menos nuvens baixas e até algumas aberturas de Sol. E se atravessarmos para a outra margem do estuário, passando para o Guarujá, não de imediato, mas ao chegarmos ao centro desta cidade, poderemos nos deparar com Sol mais ostensivo e até bem menos cobertura de nuvens! Agora, se no mesmo horário seguirmos a Vicente de Carvalho, como já foi relatado, por esse distrito santo-amarense estar mais próximo dos contrafortes serranos, a cobertura de estratos volta a dominar o céu. Por aí, nota-se a transição microclimática de cobertura de nuvens, desde bairros centrias de Santos até o Guarujá.... É claro, que nem sempre teremos esta situação microclimática: o mais comum, em dias de infiltração marinha, é a cobertura de estratos predominar com pouquíssimas diferenças na Baixada Santista como um todo - as diferenças quando existem, vão ocorrer dependendo da intensidade dos ventos de infiltração.

O curioso, é que fica a observação de pequenos detalhes do microclima da região da Baixada, acontecendo sutis e até maiores diferenças em relativa pequena distância entre as cidades que compõem a Costa da Mata Atlântica....

A imagem anexa, é um apoio para melhor visualização desta situação, reparando-se na área ",abrigada", da Ilha de São Vicente (cidades de Santos e São Vicente) e na área projetada mar adentro da península da Ilha de Santo Amaro (Guarujá).

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Servidores públicos são como livros numa estante: Quanto mais altos nas prateleiras, menos servem" - Paul Masson