Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

São Paulo tem o outubro mais seco desde 1985

Notícia enviada em 01/11/2014
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
É verdade, como muitos dizem nos comentários: mesmo se servindo de poderosos e altamente complexos modelos de cálculo numérico, é baixa a previsibilidade de chuvas nesta primavera 2014 anômala tanto em termos de temperaturas quanto falta de pluviosidade. Foi prognosticada a volta da chuvas volumosas para o estado paulista já a partir do dia 21 deste, o q não ocorreu... Em seguida, prognósticos também oficiais indicaram chuva mais consistente para o final de semana anterior, e... de fato choveu na forma de pancadas, inclusive no Cantareira, embora muito aquém do esperado e de modo muito esparso, considerando todo o contexto do estado. A cidade de São Paulo em especial vem enfrentando temperaturas mais altas fora de época, por conta do crescimento desordenado e caótico desde o início dos ano 80, onde o item sustentabilidade ainda era um quimera. Ilhas e mais ilhas de calor principalmente nas áreas centrais têm inclusive contribuído par reduzir os níveis dos mananciais (veja matéria que contribuí, sob o tema ",Ilhas de calor também afetam níveis de mananciais",, em http://www.seuplaneta.com.br/Rede-Paulista/2013/02/ilhas-de-calor-tambem-afetam-niveis-de-mananciais.html). Pode-se perceber claramente pelo quadro das maiores temperaturas máximas, que há uma maior concentração destas a partir do final do século XX (1999) e início do século XVI e na década atual e, interessante que registradas em meses com calor fora de época (outubro). A secura do ar também impressiona na capital paulista: ",rivaliza", com a umidade relativa típica dos grandes desertos do mundo! Fica ainda uma dúvida quanto à umidade amazônica chegar à Região Sudeste tardiamente neste 2014: desmatamento acirrado ou por conta mesmo de um evento de El Niño Modoki (ainda que não seja o clássico, que é mais intenso), que ",garante", tipicamente chuvas generosas para a Região Sul, então, bloqueando frentes frias por lá... Fato mesmo é que curiosamente estamos atravessando uma fase negativa da Oscilação Decadal do Pacífico, onde há maior incidência do fenômeno La Niña (resfriamento das águas superficiais do Pacífico) do que do fenômeno El Niño (aquecimento das águas superficiais do Pacífico) - contudo, o calor este ano tanto no verão quanto na primavera é excepcional!!!

Rodolfo Bonafim - Diretor Ciemtífico da ONG Amigos da Água, especialista em Climatologia e Geologia Ambiental.

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Eu achava que a política era a segunda profissão mais antiga. Hoje vejo que ela se parece muito com a primeira" - Ronald Reagan