Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Temperatura cai, mas sem recorde de frio em Rondônia

Notícia enviada em 17/06/2008
por Daniel Panobianco - Ji-Paraná/RO
A temperatura caiu mais uma vez em Rondônia, assim como havia sido previsto na sexta-feira passada pelo CPTEC/INPE (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos) do (Instituto Nacional de Pesquisas Nacionais) em seu boletim de alerta na internet. A queda de temperatura atingiu praticamente todos os 52 municípios rondonienses, mas sem registro de recorde de frio, assim como foi anunciado pelo SIPAM em boletim veiculado na imprensa local na sexta-feira com a seguinte mensagem:

“Uma nova massa de ar frio chega à região sul da Amazônia neste domingo. Os modelos de previsão do tempo indicam que a friagem virá com forte intensidade. Por isso, é grande a possibilidade de que este fenômeno provoque as temperaturas mais baixas deste ano de 2008 em praticamente toda a região. Veja como deverá ocorrer o sétimo fenômeno de friagem nos três Estados:”

A temperatura mínima no Estado, não foi registrada em Vilhena, como de costume. A menor temperatura neste evento de friagem ocorreu no oeste do Estado, na divisa com a Bolívia. No Posto Fiscal Rolim de Moura do Guaporé, que fica entre a divisa dos municípios de Alta Floresta d’ Oeste e Alto Alegre os Parecis, a mínima observada às 7 horas foi de apenas 12,8°C.

Em Vilhena, a mínima foi de 14,1°C na estação meteorológica da REDEMET (Rede de Meteorologia do Comando da Aeronáutica) que está localizada no aeroporto Brigadeiro Camarão. Esta não é a menor temperatura do ano em Vilhena. A mínima, por enquanto, pertence ao dia 31 de maio, quando foram registrados na mesma estação apenas 11,8°C.

Na região central do Estado o ar polar não teve nada de incomum ou extremo. A temperatura mínima em Ji-Paraná chegou a 15,7°C às 7 horas e o recorde do ano, até o momento, pertence também ao dia 31 de maio, quando foram registrados apenas 13°C na região.

Em Porto Velho, a mínima registrada na estação automática do INMET, que está instalada às margens da rodovia BR-364 próxima ao Bairro Cascalheira, o ponto mais frio da capital, foi de 17,2°C e o recorde de frio também não ocorreu. A menor temperatura de 2008 é do dia 31 de maio, quando foram registrados 17°C na capital de Rondônia. No aeroporto internacional Governador Jorge Teixeira, os termômetros indicaram 19°C às 7 horas.

Em Guajará-Mirim, a mínima também chegou aos 14°C às 7 horas desta terça-feira, assim como em Cacoal, Rolim de Moura e São Francisco do Guaporé. Em Jaru e Ariquemes, as plataformas de coleta de dados registraram 15,8°C e 16,2°C respectivamente.

Confira as temperaturas mínimas desta terça-feira nas principais cidades do Estado:

Alta Floresta d’ Oeste: 12,8°C (Posto Rolim de Moura do Guaporé)

Alta Floresta d’ Oeste: 14,5°C (Cidade)

Costa Marques: 13,5°C (CPTEC/INPE)

Cacoal: 14,2°C (CPTEC/INPE)

São Miguel do Guaporé: 14,5°C (CTENERG)

São Francisco do Guaporé: 14,5°C (ANA)

Rolim de Moura: 14,8°C (CTENERG)

Ji-Paraná: 15,7°C (Aeroporto José Coleto)

Ji-Paraná: 16,5°C (Centro)

Jaru: 15,8°C (ANA)

Ariquemes: 16,2°C (CPTEC/INPE)

Campo Novo de Rondônia: 16,3°C (CTENERG)

Porto Velho: 17,2°C (INMET)

Porto Velho: 19,0°C (Aeroporto Jorge Teixeira)

Frio em Mato Grosso

No vizinho Estado de Mato Grosso, a temperatura mínima chegou a 08,6°C em Comodoro, 11,3°C em Pontes e Lacerda, 13,2 °C em Mundo Novo e 14°C no aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

No sul do Amazonas a temperatura também caiu. Em Humaitá, a mínima registrada na estação automática do INMET foi de 18,8°C.

CPTEC/INPE contesta dados

Outra informação veiculada no mesmo boletim do instituto rondoniense não está correta. O SIPAM informou que este é o sétimo evento de friagem, mas segundo o coordenador do GPT (Grupo de Previsão de Tempo) do CPTEC/INPE, Dr. Gustavo Escobar, na realidade esta é a 5° friagem de 2008. “Contabilizamos esta como a quinta friagem do ano na Amazônia, sendo a mais leve e menos persistente do ano”, complementa.

Uma outra friagem já é avistada para o final do mês, com mais intensidade sobre o território rondoniense.

Dados: REDEMET – CPTEC/INPE – INMET – CTENERG – ANA

Fonte: De olho no tempo

Daniel Panobianco enviou 86 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire