Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Temporal provoca estragos na capital e em mais cinco municípios do interior

Notícia enviada em 13/12/2007
por Daniel Panobianco - Ji-Paraná/RO
O calor e a umidade foram os combustíveis necessários para a formação das densas nuvens carregadas que provocaram diversas pancadas de chuva em Rondônia nesta quarta-feira. Em algumas localidades, além do grande volume de chuva, raios e rajadas de vento causaram estragos.

Em Porto Velho, o temporal foi típico da estação, rápido, porém forte. Em apenas 45 minutos, o céu da capital fechou por completo, com intensas rajadas de vento, principalmente nas Zonas Leste e Norte.

O temporal avançou de nordeste, sentido Calama e sul do Amazonas e em menos de 10 minutos já havia cruzado toda a capital provocando estragos e transtornos à população. Em vários bairros, árvores arrancadas pela raiz interromperam o trânsito. Outras não suportaram as rajadas de até 70 km/h e acabaram caindo em cima de automóveis e residências. Diversas placas de publicidade espalhadas por toda a cidade também não agüentaram as rajadas. Algumas chegaram a cair por completo, outras ficaram tortas, conforme a direção em que as rajadas sopraram. Na Câmara Municipal, parte do telhado foi arrancado alagando algumas salas.

Em várias ruas e avenidas, postes ficaram sustentados aos fios de energia e outros tiveram desligamento e rompimento por completo dos cabos.

Segundo o Corpo de Bombeiros local, em apenas uma hora, mais de 50 chamadas com pedidos de auxilio foram efetuadas, sendo as mais graves, com acidentes de trânsito decorrentes do forte temporal. Em alguns setores, casas foram destelhadas provocando pânico nas pessoas.

Os dados da estação automática do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) que está instalada na Embrapa, Zona Sul, indicaram às 15 horas, rajada máxima de vento de 58,8 km/h. No aeroporto Governador Jorge Teixeira de Oliveira, no mesmo horário, a velocidade máxima do vento foi de 55,6 km/h, segundo dados de METAR.

Pelo menos cinco municípios registraram chuva forte entre as 14 e as 20 horas desta quarta-feira. Intensas pancadas atingiram partes de São Miguel do Guaporé, no sudoeste do Estado. Diversos córregos e igarapés transbordaram pelo interior do município.

Em Cacoal, um temporal com raios acabou interrompendo o fornecimento de energia elétrica em propriedades na divisa com o município de Ministro Andreazza.

Os raios também causaram blecaute em parte dos municípios de Urupá, Teixeirópolis e Ouro Preto do Oeste. Em alguns pontos, o acumulado de chuva foi bastante expressivo ultrapassando 60 milimetros em menos de uma hora. As rajadas de vento também causaram queda de árvores, principalmente na zona rural.

Dados: REDEMET – Embrapa/Porto Velho – Corpo de Bombeiros/Porto Velho – Rádio Clube Cidade – CPTEC/INPE – INMET

Daniel Panobianco enviou 86 notícias















  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Ler é entrar num continente que já foi percorrido por uma quantidade de pessoas antes, mas que continua virgem, de uma certa maneira" - José Saramago