Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Terremoto de 6.5 graus no Acre

Notícia enviada em 25/05/2010
por Walcimar Junior - /AC
Um forte terremoto foi registrado próximo a Cruzeiro do Sul/AC e sentido na capital Acreana Rio Branco em prédios. Todos os canais de TV do Peru e Bolívia estimavam que haveria danos materiais e feridos pois a magnitude foi grande, mas essa informação foi descartada assim que os sismógrafos do mundo registraram a profundidade do epicentro, 565 metros. Abalos sísmicos no estado do Acre é comum mas não com tanta intensidade, o último registro de tremor de terra considerável na capital foi em 1994, quando foi registrado 4.5 graus na escala Richter, várias residências foram evacuadas na época por temerem novos tremores.

Walcimar Junior enviou 23 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Ninguém promete tanto quanto quem não pretende cumprir" - Francisco de Quevedo