Espaço, Ciência e Tecnologia. Educação Científica.
Tudo o que acontece na Terra e no espaço
você encontra aqui.
     

Tornado em Santos?

Notícia enviada em 30/12/2014
por Rodolfo Bonafim - São Paulo/SP
Houve estragos durante vendaval em Santos, ontem, 29/12/2014, como o destelhamento da cobertura de local de eventos de Shopping Center no bairro Gonzaga e a queda de algumas árvores. Até alguns pontos de alagamentos foram encontrados especialmente nos costumeiros pontos críticos.

Falando rapidamente da chuva, na estação Amigos da Água, (Vila Belmiro), durante as pancadas de chuvas, houve o acúmulo de apenas 12 milímetros por metro quadrado, volume relativamente baixo para alagamentos, a não ser que se considere que tenha chovido mais onde ocorreram esses alagamentos. Por outro lado, o descarte descabido de detritos nas vias públicas prejudicando a já precária drenagem das mesmas, visto que a elevada impermebialização urbana do solo é um fato.

Quanto aos ventos, o anemômetro da estação Amigos da Água, registrou rajada máxima de 55Km/h, também nada assustador.... Então, levantou-se a hipótese de ter ocorrido um tornado, pois os ventos que causaram destruição, ficaram mais restritos aos bairros da orla santista. Porém, não há medição de velocidade de ventos na orla. Considerando ainda pela grandeza de destruição (no caso, moderada), pela extensão do rastro de estragos (São Vicente na orla e até bairros distantes dessa orla), há pouca chance de o evento ter sido tornádico.

Além disso tudo, até o momento não houve nenhum registro fotográfico ou ocular de avistamento de nuvens-funil ou cones tornádicos, nem mesmo de trombas d',água (tornados no mar). Embora, saliente que no caso de tornado, dado que a área urbana de Santos está tomada por alto edifícios, fica até difícil a detecção de cones tornádicos.... Por fim, a falta de registro da parte inferior do suposto tornado que seria rodeada por uma nuvem de pó translúcida, que teria sido levantada pelos fortes ventos do tornado na superfície, também depõe contra a hipótese da ventania ter sido um tornado. Vamos aguardar mais um pouco pelos fatos e mais possíveis evidências.... Mas, se foi mesmo um tornado, pelos danos, poderia ter sido pela Escala Fujita, de intensidade F1, onde a velocidade dos ventos está entre os limites de 117Km/h e de 180Km/h....

Nota: o que é de fato, um tornado?

Tornados são redemoinhos atmosféricos caracterizados por um espiral, em forma de funil de vento, que gira em torno de um centro de baixa pressão atmosférica, são produzidos por uma única tempestade convectiva. Normalmente, a sua formação ocorre no final da tarde, pois nesse período a atmosfera apresenta maior instabilidade, contém em média 100 metros de extensão, e, ao contrário dos furacões, sua duração é de poucos minutos.

O tornado em si é o estreito funil que vai da nuvem ao solo. A parte inferior deste tornado está rodeada por uma nuvem de pó translúcida, que foi levantada pelos fortes ventos do tornado na superfície.

Abaixo, transcrevo recomendações da Defesa Civil de Santa Catarina de como agir em caso de Tornado!

1 - O que a prefeitura de sua cidade pode fazer?

Elaborar o Plano Diretor de Desenvolvimento Municipal, onde serão identificadas as áreas de risco e estabelecidas as regras de assentamento da população. Pela Constituição Federal (art.182), esse Plano é obrigatório para municípios com mais de 20 mil habitantes,

Fiscalizar os projetos e as construções,

Elaborar orientações para a construção. Todo morador deve saber o que fazer e como fazer para não ser atingido por um tornado,

Toda a família deve ser ensinada quais os melhores locais para abrigos ou rotas de fuga no caso de iminência de formação de um tornado,

Avisar, alertar sobre as condições climáticas, a possibilidade de vendaval e orientar sobre os cuidados a serem tomados pela população.

2 - O que eu posso fazer antes da ocorrência do tornado?

No Brasil, os centros de meteorologia ainda não contam com tecnologias necessárias para alertar sobre a formação de tornados. O que órgãos de meteorologia no País podem fazer é alertar com auxilio de radares meteorológicos e com algumas horas de antecedência (previsão de curtíssimo prazo), sobre a formação de intensas células convectivas e nuvens de tempestades severas (responsáveis por provocar chuva muito forte, raios, granizo e vento forte) em uma dada região.

Já nos Estados Unidos que convive com estes tipos de adversidades (tornados) em determinada época do ano, os centros norte-americanos de meteorologia contam com tecnologia de ponta e uma grande malha de radares de ultima geração tornando-se possível à previsão e o acompanhamento da evolução desses tipos de sistemas. Inclusive podem-se identificar as possíveis áreas atingidas que serão atingidas por um tornando, emitindo assim alertas e alarmes as autoridades competentes e a população, com uma antecedência de 15 a 30 minutos em média. É importante saber que antes da chegada do tornado você tem um curto espaço de tempo para tomar decisões de vida ou de morte. Então, procure antes da ocorrência do evento:

Revisar a resistência de sua casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado,

Desligar os aparelhos elétricos e o gás,

Abaixar para o piso todos os objetos que possam cair,

Não se abrigar debaixo de árvores, pois há riscos de quedas,

Não se abrigar em frágeis coberturas metálicas,

Não estacionar veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, pois estas estarão sob influência de ventos fortes,

Evite a curiosidade e afaste-se do fenômeno altamente destruidor.

3 - O que eu devo fazer para melhor me proteger de um tornado?

A melhor proteção individual é constituída por abrigos subterrâneos, como um porão, já que o efeito de sucção dos tornados só ocorre a partir da superfície do solo. Se a sua residência não tem porão, fique em corredor interno e deitado próximo ao chão.

Se você for surpreendido por um tornado, fora de casa, deve deitar-se, em uma vala ou depressão do terreno.

Procure lugares seguros em sua residência ou sala de aula. Tenha certeza que estes lugares estão longe de janelas e objetos móveis. Proteja sua cabeça de objetos que podem cair ou se deslocar em função da ação dos ventos.

4 - E depois da ocorrência do tornado o que posso fazer?

Evite o contato com cabos ou redes elétricas caídas. Avise a Defesa Civil ou bombeiros sobre estes perigos,

Fique longe de edificações danificadas. Só volte para casa quando as autoridades informarem que é seguro. Use lanterna para verificar os danos causados a sua casa,

Deixe a residência ou edifício se sentir cheiro de gás de cozinha,

Procure não utilizar serviços hospitalares, de comunicações, a não ser que necessite realmente. Deixe estes serviços para os casos de emergência,

Ajude as pessoas que requerem ajuda especial como criança, idosos e outras com dificuldade de locomoção,

Escute as rádios para informações e instruções.

Rodolfo Bonafim

Diretor Científico da ONG Amigos da Água

Rodolfo Bonafim enviou 942 notícias








  ENVIE SUA NOTÍCIA   Edite sua assinatura
  
Cadastre sua assinatura


Título da Notícia


Escreva sua Notícia


Envie uma Foto (opcional)
     Ajuda




Seu Nome

Seu E-mail

Estado



Digite o código ao lado
SEM o primeiro caractere


  


Dicas para um bom texto

1 - Não escreva tudo em maiúsculas ou minúsculas. Use os acentos corretamente.
Use sempre um corretor ortográfico!

2 - Não escreva seu texto com apenas 1 parágrafo: com certeza faltarão informações.

3 - Não escreva textos longos: serão cansativos. Dê brilho à sua notícia. Seja um redator!

4 - Dê preferência às notícias em tempo real, que ocorrem próximos à você, como tremores, fenômenos atmosféricos, astronômicos, óticos e até de condições do trânsito comprometidas por fenômenos naturais.


MUITO IMPORTANTE

1 - Antes de serem publicados, todos os textos serão verificados.

2 - A cópia de material da internet é ilegal.
As notícias ou matérias devem ser escritas pelo próprio internauta.
Fotos enviadas devem ser livres de direitos autorais.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A política é quase tão excitante quanto a guerra, e não menos perigosa. Na guerra só podemos morrer uma vez - na política várias" - Winston Churchill